Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da toxicidade aguda de corantes hidrofóbicos usando dosagem passiva

Processo: 19/24976-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Toxicologia
Pesquisador responsável:Gisela de Aragão Umbuzeiro
Beneficiário:Matheus Henrique de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Tecnologia (FT). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Assunto(s):Toxicologia ambiental   Organismos aquáticos   Materiais hidrofóbicos   Estrutura química   Testes de toxicidade

Resumo

Corantes têm sido amplamente utilizados pelo setor industrial, principalmente pela indústria têxtil. Parte dos corantes não se ligam às fibras dos tecidos e são descartados em corpos d'água via efluente, podendo comprometer sua qualidade devido às suas características tóxicas. Dentre as famílias de corantes utilizados, estão os corantes dispersos, que possuem características hidrofóbicas e baixa solubilidade em água. A dosagem passiva tem surgido recentemente como uma via de exposição empregada em ensaios de toxicidade que possibilita trabalhar com compostos pouco solúveis em água por meio de um polímero, o qual permite manter concentrações mais constantes e estáveis do composto no meio-teste por equilíbrio de partição. Assim, o presente projeto pretende testar a toxicidade aguda de corantes hidrofóbicos via dosagem passiva com organismos aquáticos. Tais corantes serão selecionados do repositório da Max Weaver Dye Library (MWDL), uma base de dados com amostras de 98.000 corantes na North Carolina State University, tomando como base seu coeficiente de partição octanol/água (log Kow) e caracterizando, previamente aos testes agudos, sua pureza e confirmando sua estrutura química. Espera-se entender melhor a toxicidade dos corantes selecionados utilizando uma metodologia que compense perdas que ocorrem comumente em testes de toxicidade com compostos hidrofóbicos, bem como contribuir com mais dados sobre a toxicidade de corantes. (AU)