Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e caracterização de nanopartículas de ferritina para veiculação de uma vacina de DNA

Processo: 19/25548-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Fabiana Testa Moura de Carvalho Vicentini
Beneficiário:Natália Floriano Paiva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Nanobiotecnologia   Vacinas de DNA   Sistemas de liberação de medicamentos   Materiais nanoestruturados   Nanopartículas   Ferritinas   Estabilidade térmica   Teste de biocompatibilidade

Resumo

A proposta de uso de nanopartículas de ferritina como base para os sistemas de liberação de antígenos é pautada em uma série de características naturais desta proteína, que tornam seu uso como sistema de liberação nanoestruturado para veiculação de diferentes tipos de moléculas extremamente promissor. Merece destacar: (1) o fato de ser uma nanopartícula biológica pronta para ser usada; (2) apresentar estabilidade térmica (resistindo a temperaturas de até 80-100 °C) e estabilidade de pH (pH 3-10), monodispersividade, tamanho uniforme pequeno, biocompatibilidade, biodegradabilidade e baixo custo para produção em larga escala; (3) exibir uma capacidade natural de encapsular uma série de moléculas, devido a presença de compartimentos altamente estáveis e capazes de se desorganizarem e reconstituírem a forma natural; (4) ser extremamente versátil e receptiva à modificações tanto químicas quanto genéticas que podem ser usadas para incorporação de moléculas terapêuticas; e finalmente (5) por ser passível de sofrer modificações capazes de torná-la mais modular e responsiva a determinados estímulos (BELLINI et al., 2014; HE; MARLES-WRIGHT, 2015; TRUFFI et al., 2016; KHOSHNEJAD et al., 2018). Estas características suportam a investigação proposta pelo presente projeto que é a obtenção e caracterização de nanopartículas de ferritina para veiculação de uma vacina de DNA a ser empregada como estratégia imunoterapêutica para uso no tratamento de melanoma. O desenvolvimento do presente projeto envolve a etapa inicial do projeto intitulado "Uso de nanopartículas de ferritina como base para o desenvolvimento de sistemas de liberação de vacina antitumoral" (Processo FAPESP n° 2019/08891-8) sob coordenação da Profa. Dra. Fabiana T.M.C. Vicentini, que tem como objetivo principal contribuir para o estabelecimento de uma nova infraestrutura e plataforma tecnológica para P&D de sistemas de liberação nanoestruturados de origem biológica para veiculação de vacinas. Dessa forma, o desenvolvimento do presente projeto terá uma contribuição direta e fundamental para o estabelecimento dessa nova plataforma tecnológica. (AU)