Busca avançada
Ano de início
Entree

Revisão sistemática de literatura acerca dos estudos sobre branquitude e gênero: perspectivas das Ciências Humanas e Sociais na América Latina

Processo: 19/25006-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Social
Pesquisador responsável:Leonardo Lemos de Souza
Beneficiário:Tassiana Carli
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Branqueamento   Identidade de gênero   Revisão sistemática   Pesquisa bibliográfica   Bases de dados científicos   Descritores   América Latina

Resumo

Quando nós voltamos a pesquisas que possuem como tema o racismo, é comum termos como foco de análise o negro e as possíveis implicações voltadas a sua constituição enquanto oprimido. Sendo assim, geralmente, não se contemplam as perspectivas que englobam a construção da identidade branca, ou seja, grosso modo, a maneira como sujeitos brancos se identificam, bem como algumas interseccionalidades, como classe e gênero, que juntamente à raça, confluem para a existência dos sujeitos no mundo. O presente projeto de pesquisa consiste em mapear as produções bibliográficas a partir de 2003 que se referem ao par branquitude-gênero no contexto da América Latina, bem como seus referenciais epistêmicos e metodológicos compreendidos pelas Ciências Humanas e Sociais. O método utilizado para a realização da pesquisa consiste na Revisão Sistemática de Literatura (RSL). Consultaremos as bases de dados de plataformas, como Portal de periódicos Capes, Scielo e Google acadêmico, bem como a base de dado integrada P@rthenon (UNESP), a partir dos descritores branquitude, branqueamento e gênero. Sistematizaremos as informações obtidas a partir das áreas, bem como dos temas, objetivos e métodos que compõem as produções. Desse modo, pretendemos produzir um mapa cronológico em relação às mudanças de interesses e perspectivas das Ciências Humanas e Sociais, as quais abrangem a Psicologia, referentes aos estudos sobre branquitude-gênero. Ademais, procuraremos destacar as principais referências utilizadas que influenciam a produção sobre o tema branquitude-gênero no Brasil. (AU)