Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação do comportamento ingestivo e emissão de metano entérico em bovinos da raça Nelore

Processo: 20/02304-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Pesquisador responsável:Maria Eugênia Zerlotti Mercadante
Beneficiário:Aline Cristine Rezende dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Zootecnia. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Nova Odessa , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/10630-2 - Aspectos genéticos da qualidade, eficiência e sustentabilidade da produção de carne em animais da raça Nelore, AP.TEM
Assunto(s):Bovinocultura de corte   Sustentabilidade   Comportamento ingestivo   Eficiência alimentar   Peso corporal   Metano   Eficiência   Gado Nelore   Coeficiente de correlação de Pearson

Resumo

O gás metano (CH4, g/dia) proveniente da fermentação ruminal e eliminado durante o processo de eructação, respiração e dejetos dos animais, está relacionado ao consumo e digestão dos alimentos, sendo que, quanto maior for o consumo maior será a emissão de CH4. Uma possível forma de reduzir a emissão de CH4 é selecionar reprodutores mais eficientes em utilizar os alimentos de forma a diminuir as emissões de gases por unidade de peso corporal. O comportamento ingestivo é um fenótipo que não pode ser utilizado de forma independente, mas fornece alguma compreensão da variação quanto ao consumo de matéria seca do animal. O objetivo do presente projeto é explorar a associação da eficiência alimentar com comportamento ingestivo e emissão de metano de touros Nelore com intuito de compreender os novos fenótipos utilizados no processo de seleção. Serão avaliados em teste de eficiência alimentar 120 touros da raça Nelore com idade média de 18 meses (± 550 dias), divididos em quatro baias (30 animais por baia) provenientes de propriedades particulares participantes de um programa de seleção. As variáveis de desempenho, eficiência alimentar e comportamento ingestivo serão obtidas através do sistema de monitoramento eletrônico dos cochos automáticos da empresa Intergado® (Intergado Ltda., Contagem, Minas Gerais, Brasil). A estimativa da emissão de metano (CH4, g/dia) será obtida, utilizando a metodologia do gás traçador hexafluoreto de enxofre (SF6) no período final do teste de eficiência alimentar. As correlações de Pearson entre as características serão calculadas pelo procedimento PROC CORR do pacote estatístico Statistical Analysis System® (SAS Institute, Cary, NC, USA, 2011). Significância estatística será declarada quando p<0,05.