Busca avançada
Ano de início
Entree

Estimativas da abundância da coluna atmosférica de CO2 e CH4 utilizando um FTIR portátil em São Paulo

Processo: 19/27079-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Pesquisador responsável:Márcia Akemi Yamasoe
Beneficiário:Diogo de Jesus Medeiros
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/18438-0 - Área Metropolitana de São Paulo: abordagem integrada mudanças climáticas e qualidade do ar, METROCLIMA MASP, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Sensoriamento remoto

Resumo

Atualmente, megacidades são reconhecidas como importantes fontes de gases de efeito estufa antropogênicos para a atmosfera, principalmente ligadas ao setor de energia e transporte através do consumo de combustíveis fósseis. A Região Metropolitana de São Paulo (SPMA), com 20 milhões de habitantes e mais de 7 milhões de veículos movidos a gasolina, etanol ou diesel, a maior cidade do Brasil, não pode ser diferente. Para ajudar a quantificar a contribuição da SPMA para a carga global de gases de efeito estufa (GEE), este projeto visa estimar as abundâncias médias em coluna de CO2 e CH4, os dois gases de efeito estufa antropogênicos mais poderosos, usando espectrômetros portáteis de FTIR como parte do projeto temático METROCLIMA-SP. (AU)