Busca avançada
Ano de início
Entree

Estimativas da abundância da coluna atmosférica de CO2 e CH4 utilizando um FTIR portátil em São Paulo

Processo: 19/27079-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Pesquisador responsável:Márcia Akemi Yamasoe
Beneficiário:Diogo de Jesus Medeiros
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/18438-0 - Área Metropolitana de São Paulo: abordagem integrada mudanças climáticas e qualidade do ar, METROCLIMA MASP, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Sensoriamento remoto   Dióxido de carbono   Metano   Gases do efeito estufa   Espectroscopia infravermelho transformada de Fourier   São Paulo (SP)

Resumo

Atualmente, megacidades são reconhecidas como importantes fontes de gases de efeito estufa antropogênicos para a atmosfera, principalmente ligadas ao setor de energia e transporte através do consumo de combustíveis fósseis. A Região Metropolitana de São Paulo (SPMA), com 20 milhões de habitantes e mais de 7 milhões de veículos movidos a gasolina, etanol ou diesel, a maior cidade do Brasil, não pode ser diferente. Para ajudar a quantificar a contribuição da SPMA para a carga global de gases de efeito estufa (GEE), este projeto visa estimar as abundâncias médias em coluna de CO2 e CH4, os dois gases de efeito estufa antropogênicos mais poderosos, usando espectrômetros portáteis de FTIR como parte do projeto temático METROCLIMA-SP. (AU)