Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos relacionados a proteção dentária contra erosão dental por tratamento com uma nova cistatina derivada da cana-de-açúcar (CaneCPI-5)

Processo: 20/02263-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 15 de outubro de 2020
Vigência (Término): 14 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Marília Afonso Rabelo Buzalaf
Beneficiário:João Victor Frazão Câmara
Supervisor no Exterior: Matthias Hannig
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Local de pesquisa : Saarland University, Homburg, Alemanha  
Vinculado à bolsa:18/24450-9 - Avaliação do efeito de uma nova cistatina derivada da cana-de-açúcar (CaneCPI-5) sobre o perfil e viabilidade de biofilme microcosmo, bem como na prevenção da desmineralização da dentina, BP.MS
Assunto(s):Bioquímica   Erosão dentária   Película dentária   Desmineralização do dente   Cistatinas   Esmalte dentário

Resumo

A película adquirida (PA) é um filme que resulta da adsorção seletiva de proteínas, glicoproteínas e lipídios na superfície do dente. A PA forma uma interface protetora na superfície do dente que reduz os efeitos desmineralizantes dos ácidos. Recentemente, uma nova cistatina derivada da cana-de-açúcar (CaneCPI-5) mostrou-se fortemente ligada ao esmalte e protege contra a erosão inicial do esmalte in vitro. No entanto, os mecanismos exatos pelos quais a proteção ocorre não são conhecidos até o momento. Assim, o objetivo deste estudo será fornecer informações adicionais sobre os mecanismos de proteção dentária por tratamento com CaneCPI-5, avaliando a espessura, as propriedades viscoelásticas e a morfologia do PA formado na superfície do dente após o tratamento com esta proteína, como bem como a quantidade de CaneCPI-5 adsorvida na camada AP. (AU)