Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise comparativa do processo de reparo ósseo alveolar em camundongos machos das linhagens 129Sv/Ev, C57BL/6J e BALB/c

Processo: 20/03330-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Mariza Akemi Matsumoto
Beneficiário:Ana Carolyna Becher Roseno
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Cirurgia bucomaxilofacial   Reparação alveolar   Reparo ósseo   Inflamação   Resposta inflamatória   Análise qualitativa comparativa (QCA)   Histomorfometria   Imuno-histoquímica   Modelos animais

Resumo

O uso de pequenos roedores como modelo de estudo para investigação de eventos aplicados à saúde humana já encontra-se estabelecido, principalmente com o auxílio dos camundongos. A variedade de linhagens disponíveis nos permite selecionar o animal mais adequado para determinado alvo de estudo; no entanto, algumas vezes esta característica não é considerada, especialmente quando na ausência de manipulação genética. Deste modo, o presente estudo tem como objetivo caracterizar o processo de reparo ósseo alveolar de três linhagens diferentes de camundongos, C57BL/6J, 129/Sv e BALB/c devido às suas diferenças na capacidade de resposta inflamatória. Para tanto, serão utilizados 60 camundongos da linhagem C57Bl/6, 129/Sv e BALB/c (n=20 para cada linhagem) machos com idade entre 12 e 16 semanas, peso médio de 28 gramas (C57Bl/6, 129/Sv) e 40 gramas (BALB/c), os quais serão submetidos à exodontia do incisivo superior direito. Após 7 e 30 dias, os animais serão submetidos à eutanásia e suas maxilas com os alvéolos em reparação serão removidas para análises histopatológica descritiva e histomorfométrica, considerando-se o tecido de granulação, tecido ósseo neoformado, leucócitos polimorfonucleares neutrófilos e mononucleares nos cortes corados com hematoxilina e eosina (H&E), e imuno-histoquímica para alvos imuno-inflamatórios iNOS e TGF-B. A quantificação das estruturas e células será realizada com o auxílio do software ImageJ. Os resultado obtidos serão submetidos à testes de distribuição da normalidade, para a escolha do testes estatísticos adequados. O tratamento estatístico será realizado considerando-se o nível de significância de 5% (pd0,05), utilizando-se o software Prism5 (GraphPad, San Diego, CA, EUA).