Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação in vitro do potencial inibitório do praguicida quiral penconazol sobre as principais enzimas do Citocromo P450 envolvidas no metabolismo de fármacos

Processo: 20/02826-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Anderson Rodrigo Moraes de Oliveira
Beneficiário:Lizandra Bruna Simões de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Metabolismo   Isoformas de proteínas   Indutores das enzimas do citocromo P-450   Enantiômeros   Bioatividade   Toxicidade   Praguicidas   Cromatografia líquida de alta pressão   Síntese assimétrica   Técnicas in vitro

Resumo

O penconazol (PEN) é um fungicida quiral utilizado principalmente em culturas de uvas contra a doença de oídio e ferrugem. Em um ambiente quiral, como biomoléculas, os enantiômeros podem interagir de maneira diferente levando a diferenças no metabolismo, bioatividade e toxicidade. Estudos enantiosseletivos envolvendo o PEN já relatou diferenças na atividade, metabolismo e toxicidade dos seus enantiômeros. Além disso, alguns estudos vêm relatando a presença desse praguicida e seus metabólitos em urina de trabalhadores agrícolas evidenciando assim a exposição da população a esse praguicida. Devido a grande exposição da população humana, principalmente idosos, a medicamentos, podem ocorrer interações medicamentosas e possíveis efeitos tóxicos. Diante desse fato e da falta de informações acerca do efeito desse praguicida em seres humanos, esse projeto tem como objetivo avaliar in vitro a capacidade do PEN (na forma de mistura racêmica e com os enantiômeros isolados) em inibir as principais isoformas do citocromo P450 de humanos envolvidas no metabolismo de fármaco. Esse estudo permitirá predizer possíveis interações fármacos-praguicida e fornecerá a sociedade maiores informações acerca da segurança do uso de praguicidas.