Busca avançada
Ano de início
Entree

Entre o global e o local: a abolição da escravidão no Império do Brasil, 1880-1888

Processo: 19/21537-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Miriam Dolhnikoff
Beneficiário:Alain El Youssef
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Escravidão

Resumo

O presente projeto visa dar continuidade cronológica e aprofundamento analítico ao estudo desenvolvido durante o doutorado, cujo objetivo foi analisar a crise da escravidão brasileira em perspectiva global entre o período que vai da Guerra Civil norte-americana (1861-1865) à formação do movimento abolicionista nacional (1879-1880). Seu intuito é, portanto, estender o lapso temporal até a abolição da escravidão brasileira, em 1888, e desenvolver melhor os conceitos de primeira e segunda era da abolição. Para tanto, pretende-se recorrer ao emprego de dois planos distintos, porém relacionados de análise. O primeiro consiste em verificar como os coevos brasileiros nortearam seu "horizonte de expectativas" sobre a condução da emancipação a partir dos "espaços de experiência" fornecidos por processos históricos nacionais e globais. O segundo consiste em examinar como a reorganização da economia-mundo capitalista, as transformações no sistema interestatal e a mobilização social no Brasil e em outras regiões do mundo impactaram os processos políticos e socioeconômicos em curso no Império. Ao unir essas duas dimensões, a pesquisa tem como finalidade última mostrar que a crise do cativeiro no Brasil não fez parte de um aventado "século de abolições", mas de um tempo histórico específico da escravidão negra nas Américas: a segunda era da abolição. (AU)