Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da zigosidade e de parâmetros fetais na cárie dentária, no comportamento durante o tratamento odontológico e na qualidade de vida de crianças: estudo de coorte em gêmeos

Processo: 19/27560-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Fausto Medeiros Mendes
Beneficiário:Julia Gomes Freitas
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Epidemiologia   Zigoto   Cárie dentária   Qualidade de vida   Crianças   Gêmeos   Estudos de coortes   São Paulo (SP)

Resumo

Estudos com gêmeos são um excelente modelo experimental para investigar fatores relacionados à saúde bucal que podem estar relacionados à genética, a fatores pré- e perinatais e ao ambiente. Assim, o objetivo do presente estudo será avaliar, em uma coorte de gêmeos, a influência da zigosidade e de outros fatores no comportamento durante o tratamento odontológico, na cárie dentária, qualidade de vida, melhora da qualidade de vida e sucesso do tratamento após 2 anos. Dessa forma, um estudo de coorte histórico com gêmeos nascidos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina (FM) da Universidade de São Paulo (USP) no período de 2007 a 2014 será conduzido. Para isso, uma parceria com pesquisadores da FMUSP e do Instituto de Psicologia (IP) da USP será criada. Essas crianças, atualmente com 5 a 12 anos, serão convidadas a comparecerem inicialmente no IP, e posteriormente, na Faculdade de Odontologia da USP. Dados relacionados ao pré-natal, perinatal e zigosidade serão coletados dos registros provenientes da FM. Outros dados demográficos, socioeconômicos e dados relacionados à infância da criança serão coletadas através de questionário estruturado com as mães. Os pares de gêmeos inicialmente serão submetidos a um exame de saúde bucal para coleta das condições de saúde bucal, e um plano de tratamento será elaborado. Em sessões subsequentes, o tratamento odontológico será realizado e o comportamento da criança será avaliado. Um questionário de qualidade de vida será aplicado na ocasião do exame clínico inicial e uma semana após o término do tratamento. Ao final do tratamento, as crianças serão acompanhadas por 2 anos, onde será registrado o sucesso do tratamento dentário, avaliado através do número de novas reintervenções nesse período. Análises de regressão de multinível (primeiro nível relacionado ao indivíduo, e segundo nível relacionado ao par de irmãos) serão realizadas para investigar a associação de todos os desfechos com a zigosidade, dados relacionados ao pré- e perinatal, e demais variáveis avaliadas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)