Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de um dispositivo simples e de baixo custo para o diagnóstico rápido do novo Coronavírus (SARS-CoV-2)

Processo: 20/07539-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 31 de março de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Ronaldo Censi Faria
Beneficiário:Tássia Regina de Oliveira
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:20/04635-4 - Desenvolvimento de um dispositivo simples e de baixo custo para o diagnóstico rápido do novo coronavírus (SARS-CoV-2), AP.R
Assunto(s):Técnicas biossensoriais   Coronavirus da síndrome respiratória aguda grave 2   Betacoronavirus   COVID-19   Testes imediatos   Técnicas analíticas microfluídicas   Equipamentos descartáveis   Dispositivos eletroquímicos   Quimiluminescência   Formação e capacitação de recursos humanos

Resumo

Com a recente pandemia causada pelo novo Coronavírus (SARS-CoV-2) o diagnóstico e isolamento precoce de pacientes infectados tornaram-se medidas essenciais para reduzir e retardar a disseminação viral. No entanto, o número insuficiente de testes diagnósticos para a infecção tem limitado enormemente a capacidade de clínicos e especialistas em saúde pública de determinar e rastrear com precisão a prevalência, gravidade, mortalidade e transmissibilidade dessa doença. Neste projeto, é proposto o desenvolvimento de um dispositivo microfluídico descartável, simples e de baixo custo para a detecção de três sequências de RNA do gene N1 do vírus SARS-CoV-2, visando o diagnóstico rápido e preciso do COVID-19. A atuação de nosso grupo de pesquisa tem se pautado no desenvolvimento de dispositivos como este para a detecção de biomarcadores proteicos visando o diagnóstico de doenças com a parceria de grupos de pesquisa da área da saúde o que tem gerado importantes resultados com forte impacto em inovação. A construção da plataforma microfluídica proposta fará uso de materiais de fácil acesso e equipamentos simples e permitirá a análise de diferentes amostras simultaneamente. O dispositivo constará de vários canais microfluídicos, cada um contendo quatro regiões sensoras independentes, que permitirão a detecção por eletroquimiluminescência dos três RNAs do vírus além de um RNA humano, que será utilizado como controle interno do dispositivo. A aplicabilidade dos dispositivos a serem construídos será avaliada inicialmente em amostras padrão contendo sequencias sintéticas (positivas e negativas) e, num segundo momento, em amostras de pacientes infectados pelo SARS-CoV-2 fornecidas pelo Hospital Universitário da UFSCar. O projeto tem como objetivo, também, a formação de recursos humanos nos diferentes níveis e a publicação de artigos em periódicos nacionais e internacionais indexados bem como o depósito de patentes. Portanto, o desenvolvimento de um dispositivo para detecção rápida, seletiva e de baixo custo do RNA viral permitirá o diagnóstico precoce da infecção pelo SARS-CoV-2, ao passo que atende uma necessidade de saúde pública internacional. (AU)