Busca avançada
Ano de início
Entree

A gênese do conceito de sentido: entre os fundamentos da aritmética e sobre o sentido e a referência

Processo: 20/00146-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Lucio Lourenço Prado
Beneficiário:Natan Aparecido da Cunha Esbravilheri
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Filosofia contemporânea   Aritmética   Semântica   Significado

Resumo

Objetivamos expor nessa pesquisa a relação complementar Os Fundamentos da Aritmética e Sobre o Sentido e a Referência. No primeiro escrito temos a apresentação das teses ontológicas relacionadas ao número e suas bases epistemológicas. O primeiro texto data de 1884 e nele se busca responder tal questão: O que é o número? No entanto, para chegar a tal objetivo acaba por refutar diversas visões, em especial a de Stuart Mill, assim como dialoga diretamente com Immanuel Kant. Frege acaba por concluir que o número não é uma propriedade de coisas, assim como não é algo subjetivo ou psicológico, constituindo-se como objeto lógico. Sendo assim, verifica-se que no segundo escrito, de 1892, o autor busca responder ao problema da igualdade matemática, apresentando como solução o conceito de sentido e sua existência em um terceiro reino, neste último onde já teríamos presentes os objetos lógicos - localizados entre a materialidade das coisas e a nossa percepção subjetiva. Tendo isso em mente, postulamos como justificativa fundamental deste projeto o teste da seguinte hipótese: que o conceito fregiano de terceiro reino seria complementado por sua teoria semântica, mais precisamente, pelo conceito de sentido, o que exporia a relação sistemática entre as obras supracitadas.