Busca avançada
Ano de início
Entree

Correlação de achados laboratoriais e histológicos de biópsias hepáticas de pacientes submetidos à gastroplastia redutora

Processo: 20/02571-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Raquel Franco Leal
Beneficiário:Tiago Andrade Damázio
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Gastroenterologia   Obesidade   Fígado gorduroso   Hepatopatias   Hemoglobinas   Gastroplastia   Registros médicos   Estudos retrospectivos

Resumo

A obesidade é caracterizada por aumento de peso excessivo acompanhado de uma elevação na taxa de gordura corporal. Atualmente, a obesidade é considerada uma epidemia global, de acordo com a organização mundial da saúde. Além disso, juntamente com o aumento do índice de obesos no mundo, crescem também os casos de doenças associadas ao estado obeso. Essas comorbidades podem afetar diversos órgãos e sistemas do corpo humano, com destaque para as doenças hepáticas como formas mais brandas de esteatose hepática ou as formas mais graves que podem evoluir para esteato-hepatite, fibrose hepática, cirrose hepática e, até mesmo, levar ao desenvolvimento de um carcinoma hepatocelular (CHC). Assim, o método mais eficiente de combate à obesidade mórbida é a cirurgia bariátrica com o objetivo de levar à redução de peso. Nesse trabalho, objetiva-se caracterizar a presença da doença hepática em pacientes obesos que foram submetidos à gastroplastia redutora. Para tal, serão analisados e descritos os achados laboratoriais e os resultados histológicos de biópsias hepáticas de pacientes que foram submetidos à gastroplastia redutora. Será realizada uma análise retrospectiva de prontuários de pacientes que foram submetidos à gastroplastia redutora com o foco nos seguintes fatores clínicos: hemoglobina glicada, insulinemia, triglicérides, colesterol, aspartato aminotrasnferase (AST), alanina aminotransferase (ALT), fosfatase alcalina, gama-glutamil transferase e bilirrubina. Os resultados anatomopatológicos das biópsias hepáticas serão analisados utilizando-se o escore histopatológico recomendado pela Sociedade Brasileira de Patologia. Esse estudo possibilitará melhor caracterização da doença hepática entre a população de pacientes obesos, para os quais são indicados a cirurgia bariátrica.