Busca avançada
Ano de início
Entree

Música e outras linguagens: por uma enunciação musical tensiva e seus modos de contato

Processo: 20/02326-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Pesquisador responsável:Silvio Ferraz Mello Filho
Beneficiário:Gustavo Cardoso Bonin
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Linguagem musical   Percepção musical   Percepção sonora   Sonologia   Semiótica   Enunciação   Música contemporânea

Resumo

A música e as práticas artísticas contemporâneas têm produzido uma grande variedade de objetos híbridos que colocam em jogo o contato entre mais de uma linguagem artística. O projeto a seguir propõe estratégias teóricas e práticas analíticas para a descrição desses objetos, assim como prevê a construção de um processo criativo que se motive pelos desdobramentos teóricos-analíticos da pesquisa. Ancorado na abordagem tensiva da semiótica francesa, proposta principalmente por Claude Zilberberg, o trabalho irá apresentar como a percepção sonoro-musical enquanto interface sensível e corporal pode ser analisada a partir das categorias semióticas da enunciação (GREIMAS, 2008) e da tensividade (ZILBERBERG, 2011). Dando continuidade aos resultados obtidos em nossa pesquisa de mestrado, na qual analisamos a dinâmica dos modos de contato entre as linguagens que constituem os objetos da prática de música cênica contemporânea brasileira, o objetivo é observar como as obras artísticas contemporâneas podem ser percebidas segundo uma enunciação musical tensiva de base, na qual o modo de organizar as linguagens em contato prevê um perfil de enunciatário com base na tensão entre os aspectos sensíveis e inteligíveis da percepção sonora e musical. A partir de três práticas artísticas contemporâneas, em que matérias sonoras e elementos musicais são utilizados como aspectos constitutivos das obras - a arte sonora, a performance art e a música cênica -, descreveremos como se organizam os contatos entre as linguagens e como o ato enunciativo, enquanto diálogo entre enunciadores (criadores) e enunciatários (expectadores) previstos nas obras, conduz diferentes modos de escuta para cada prática artística selecionada. Como parte da tese, será realizado um espetáculo musical híbrido, ao fim do trabalho, desenvolvido a partir dos resultados obtidos nas etapas teóricas da pesquisa. (AU)