Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de agrotóxicos no aprendizado e memória de abelhas nativas do Brasil

Processo: 19/20408-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Fábio Santos do Nascimento
Beneficiário:João Marcelo Robazzi Bignelli Valente Aguiar
Instituição Sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cognição   Memória   Abelhas   Meliponini   Agrotóxicos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Abelhas | agrotóxicos | Aprendizado | Comportamento animal | Meliponini | memória | Cognição de abelhas

Resumo

O uso de agrotóxicos na Agricultura é uma das práticas responsáveis pela crise de desaparecimento de abelhas ao redor do mundo. A maioria dos trabalhos sobre o efeito desses produtos tóxicos na biologia das abelhas, o principal grupo de polinizadores, tem focado em Apis mellifera como modelo. Esses estudos mostram que os agrotóxicos afetam o desenvolvimento larval, causam alta mortalidade, e interferem no aprendizado e memória dessas abelhas. Alguns trabalhos revelam também o efeito dos agrotóxicos em abelhas brasileiras, porém existe uma lacuna de conhecimento acerca do impacto deles na cognição desses insetos. As habilidades cognitivas das abelhas são extremamente importantes para o forrageamento, já que elas aprendem sobre a qualidade e quantidade de alimento a partir das informações obtidas dos sinais florais, como cor e odor, que passam a ser utilizados como preditores de recursos. Esse projeto se propõe a responder como os agrotóxicos afetam o aprendizado e memória de abelhas nativas do Brasil. Inicialmente treinaremos abelhas Meliponini a visitar flores artificiais contendo ou não agrotóxicos, para avaliar se elas percebem a presença deles nas flores e, portanto, a vulnerabilidade desses insetos aos agrotóxicos. Ainda, treinaremos abelhas Meliponini sob o protocolo de condicionamento olfativo da reposta de extensão de probóscide, que permitirá avaliar de forma precisa o efeito de doses subletais de agrotóxicos no aprendizado e memória de abelhas adultas. Esperamos encontrar efeitos negativos desses produtos tóxicos no aprendizado e memória das abelhas nativas do Brasil, um país que tem cada vez mais liberado novos agrotóxicos para uso na Agricultura. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre a bolsa::
Sob outro ponto de vista 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BIGNELLI VALENTE AGUIAR, JOAO MARCELO ROBAZZI; FERREIRA, GABRIEL DE SOUZA; SANCHES, PATRICIA ALESSANDRA; SIMOES BENTO, JOSE MAURICIO; SAZIMA, MARLIES. What pollinators see does not match what they smell: Absence of color-fragrance association in the deceptive orchid Ionopsis utricularioides. Phytochemistry, v. 182, . (19/10620-2, 15/05919-8, 17/18226-6, 14/50871-0, 19/20408-0)
BIGNELLI VALENTE AGUIAR, JOAO MARCELO ROBAZZI; MACIEL, ARTUR ANTUNES; SANTANA, PAMELA CRISTINA; TELLES, FRANCISMEIRE JANE; BERGAMO, PEDRO JOAQUIM; OLIVEIRA, PAULO EUGENIO; GARCIA BRITO, VINICIUS LOURENCO. Intrafloral Color Modularity in a Bee-Pollinated Orchid. FRONTIERS IN PLANT SCIENCE, v. 11, . (19/20408-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.