Busca avançada
Ano de início
Entree

Os efeitos da educação em Neurociência da dor e do pilates, associado ao uso de cartilhas e aplicativos educativos em saúde, no tratamento de adultos e idosos com Dor Lombar Crônica Inespecífica (DLCI)

Processo: 19/23326-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2020
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Karina Gramani Say
Beneficiário:Maria Júlia da Cruz Souza
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Geriatria   Educação em saúde   Aplicativos móveis   Dor lombar   Dor crônica   Idosos   Adultos   Pesquisa qualitativa   Estudos experimentais

Resumo

A dor crônica é o mais comum sintoma relatado durante todo o ciclo vital, sendo mais prevalente a Dor Lombar Crônica Inespecífica (DLCI). Essa condição clínica pode influenciar negativamente a condição de vida de adultos e idosos, visto que reduz a capacidade funcional e a autonomia, gera sofrimento e desconfortos, assim como aumenta os gastos nos serviços de saúde e o absenteísmo no trabalho. Diante do comprometimento que a DLCI pode causar a população, este estudo faz-se necessário, pois busca verificar a influência da Educação em Neurociência da Dor (END) associada ao método pilates no tratamento da dor, e se a utilização de aplicativos educativos em saúde e cartilhas de orientações auxiliam no manejo da dor dos indivíduos e na aderência e satisfação ao tratamento. Assim como, tem como objetivo verificar as diferenças ocorridas durante as intervenções nas diferentes faixas etárias. Trata-se de um estudo experimental, de caráter longitudinal, e com abordagem qualitativa e quantitativa. Serão selecionadas pessoas entre 18 e 75 anos com DLCI, por mais de seis meses. Os participantes serão divididos em três grupos, aleatoriamente, de acordo com as formas de intervenções abordadas. Posteriormente, para a análise do manejo da dor, serão divididos em duas faixas etárias, de 18 a 59 anos e de 60 a 75 anos. Os voluntários serão avaliados antes e depois da intervenção pelos instrumentos: Inventário Breve de Dor, Inventário de Atitudes Frente à Dor, Escala Tampa para Cinesiofobia, Escala de Pensamentos Catastróficos e o Índice de Qualidade de Vida de Spitzer. Serão realizadas três sessões de END e 16 aulas de Pilates, sendo duas vezes por semana, e será aplicado a cartilha de orientação e o aplicativo de educação em dor. Dessa forma, espera-se que, após a intervenção, possa-se dizer o quanto o aplicativo móvel auxilia no entendimento da END e qual intervenção é capaz de modificar o entendimento da dor, as crenças frentes a dor e colaborar para a aderência e satisfação com o tratamento nas diferentes faixas etárias.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Pesquisa da UFSCar sobre dor lombar crônica busca voluntários 
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (7 total):
Mais itensMenos itens
Jornal Primeira Página: Pesquisa da UFSCar sobre dor lombar crônica busca voluntários (08/Jan/2021)
G1: Estudo da UFSCar que investiga dor lombar crônica busca por voluntários; veja como participar (23/Dez/2020)
Jornal Primeira Página online: Pesquisa da UFSCar sobre dor lombar crônica busca voluntários (08/Jan/2021)
Saúde em Tela: Pesquisa da UFSCar sobre dor lombar crônica busca voluntários (07/Jan/2021)
São Carlos Oficial: Pesquisa da UFSCar investiga a dor lombar crônica (06/Jan/2021)
A Cidade On (São Carlos, SP): Pesquisa da UFSCar investiga dor lombar crônica (06/Jan/2021)
Perfil News: Pesquisa de Universidade em São Carlos sobre dor lombar crônica busca voluntários (05/Jan/2021)