Busca avançada
Ano de início
Entree

Silício via fertirrigação na cultura de alface com diferentes infestações de Meloidogyne incógnita

Processo: 20/00195-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2020
Vigência (Término): 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Renato de Mello Prado
Beneficiário:Tales Arthur de Souza Alonso
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição vegetal   Nematologia   Horticultura   Fertirrigação   Hortaliças   Alface   Meloidogyne   Silício   Análise de variância   Teste de Tukey

Resumo

A cultura da alface (Lactuca sativa L.) é a hortaliça folhosa de maior importância econômica para o Brasil. No entanto, é uma cultura suscetível ao ataque de nematoides de galha (Meloidogyne spp.), que prejudicam sua produtividade. Uma alternativa sustentável para diminuir a infestação desta praga na cultura do alface seria emprego do silício, mas ainda não é conhecido sua eficiência agronômica nesta espécie. Diante deste contexto, objetiva-se avaliar os efeitos das aplicações de silicato de potássio via fertirrigação na cultura de alface (variedade Vanda) inoculada com nematoide de galha (Meloidogyne incognita). Para isso, será realizado um experimento disposto fatorialmente (3x2), a partir de 3 níveis de infestação de nematoides e de 2 concentrações de silício. Dessa forma, o experimento será constituído por seis tratamentos: 1- ausência de aplicação de Si e de infestantes de nematoides;2- ausência de aplicação de Si e presença moderada de infestantes (6.000 ovos e juvenis de segundo estádio do nematoide por muda); 3- ausência de aplicação de Si e presença elevada de infestantes (12.000 ovos e juvenis de segundo estádio do nematoide por muda);4- presença de aplicação de Si via fertirrigação (2mmol/L) e ausência de infestantes de nematoides;5- presença de aplicação de Si via fertirrigação (2mmol/L) e presença moderada de infestantes (6.000 ovos e juvenis de segundo estádio por muda);6- presença de aplicação de Si via fertirrigação (2mmol/l) e presença elevada de infestantes (12.000 ovos e juvenis de segundo estádio por muda). As variáveis avaliadas serão: concentração denutrientes e de Si na parte aérea, diâmetro do caule, área foliar, número de folhas, massa fresca da parte aérea, massa seca da parte aérea e raiz; número de galhas, estimativa da população infestante, fator de reprodução (população final/população inicial)e nas folhas o índice de extravasamento de eletrólitos, firmeza e teor de ácido ascórbico e compostos fenólicos totais. Os dados serão submetidos à análise de variância pelo teste F e teste de e comparação de médias Tukey (p<0,05), bem como a análise multivariada.