Busca avançada
Ano de início
Entree

Leveduras floculantes condicionais para aplicação na produção de cervejas

Processo: 19/26834-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Anderson Ferreira da Cunha
Beneficiário:Flávia Beatriz Sgobbi
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Genética molecular   Biologia molecular   Fermentação   Floculação   Manipulação genética   Leveduras   Saccharomyces cerevisiae   Cerveja

Resumo

A cerveja, considerada uma bebida de baixo teor alcoólico, preparada a partir de processos fermentativos, teve início em sua produção por volta de 6000 a 8000 a.C., sendo composta por quatro ingredientes principais: água, lúpulo, malte e levedura. O processo cervejeiro é dado por múltiplos estágios envolvendo a conversão biológica de materiais in natura em produto final. Sua produção e seu consumo per capta aumentaram gradativamente, sendo a produção industrial responsável por movimentar bilhões de dólares no mundo, sendo um mercado em expansão no Brasil. As leveduras (microrganismos eucariotos), pertencentes ao Reino Fungi, são fungos unicelulares com reprodução vegetativa por gemulação ou brotamento. As leveduras do gênero Saccharomyces cerevisiae apresentam diversas linhagens capazes de produzir metabólicos primários que são considerados importantes para a cerveja, além de compostos secundários que caracterizam o gosto da bebida. Durante a produção desta bebida, a floculação de leveduras, processo definido pela aglomeração de massas multicelulares que se separam do meio por sedimentação ou por flotação, é de fundamental importância. Este processo deve acontecer apenas no final do processo fermentativo, sendo uma característica diretamente relacionada ao tempo de produção. O objetivo do presente estudo é modular a expressão do gene responsável pela floculação em leveduras utilizadas na fabricação de cervejas. Usando técnicas da biologia molecular esperamos obter leveduras floculantes condicionais à concentração de açúcar visando aumentar a velocidade desse processo e consequentemente reduzir o tempo de produção.