Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de dietas anteriores de bovinos a partir da análise dos isótopos estáveis de carbono e nitrogênio ao longo do pelo da cauda

Processo: 20/00502-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Vladimir Eliodoro Costa
Beneficiário:Angélica Masucci Fernandes
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Dieta animal   Bovinocultura de corte   Alimentação animal   Isótopos estáveis   Carbono   Nitrogênio   Bovinos   Rastreabilidade   Técnicas isotópicas   Espectrometria de massas

Resumo

A bovinocultura de corte é uma das principais atividades agropecuárias no Estado de São Paulo, representando o segundo produto no valor da produção agrícola Paulista. Neste cenário o Brasil apresenta-se como o segundo maior produtor mundial de carne bovina com aproximadamente 10,2 milhões de toneladas em 2018. O controle da cadeia produtiva bovina busca encontrar métodos não invasivos, práticos e rápidos para fiscalização e certificação de produtos de origem animal. O uso da assinatura isotópica do carbono e nitrogênio apresenta-se como uma alternativa para viável para rastrear e certificar a dieta ofertada ao animal. A amostragem do pelo da cauda do animal pode ser particularmente útil uma vez que fornece uma memória das dietas de períodos anteriores, podendo ser coletado de maneira rápida e fácil, com o mínimo de perturbação dos indivíduos vivos. Assim, o objetivo deste estudo é identificar alterações nas dietas de bovinos, com inclusão da cama de aviário em até três meses anteriores, a partir da assinatura isotópica do carbono e nitrogênio ao longo do comprimento do pelo da cauda. Serão utilizadas amostras de pelos de 10 animais que tiveram dietas controladas por 83 dias, com e sem cama de aviário. Por meio de segmentos cortados de vários pelos, de forma sequenciada, serão determinadas as assinaturas isotópicas do carbono e nitrogênio utilizando um sistema de fluxo contínuo de espectrometria de massa de razão isotópica. Espera-se estabelecer uma metodologia isotópica capaz de diferenciar as dietas ofertadas ao animal ao longo do tempo.