Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do metabolismo ósseo sob influência do ácido zoledrônico e dexametasona durante o processo de reparo ósseo alveolar em Camundongos C57Bl/6J

Processo: 20/03723-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 31 de maio de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Mariza Akemi Matsumoto
Beneficiário:Ana Julia Moreno Barreto
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Cirurgia bucomaxilofacial   Metabolismo ósseo   Sistema imune   Regeneração óssea   Ácido zoledrônico   Dexametasona   Modelos animais de doenças

Resumo

A homeostasia do metabolismo ósseo pode ser influenciada por uma série de fatores incluindo os medicamentosos, não somente por aqueles que interferem diretamente nas células ósseas, mas também, pelos que atuam no sistema imunológico. O presente estudo tem como objetivo avaliar os efeitos sistêmicos causados pelas drogas ácido zoledrônico (ZL) e dexametasona (DX), isoladamente, por meio da análise dos níveis séricos de parâmetros relacionados ao metabolismo ósseo durante o curso do processo de reparo alveolar em camundongos C57Bl/6J. Para tanto, serão utilizados 30 camundongos da linhagem C57Bl/6J machos com idade entre 12 e 18 semanas, peso médio de 28 gramas, os quais serão submetidos à exodontia do incisivo superior direito e divididos em três grupos distintos de acordo com o tratamento: Controle - tratados com 0,05 ml de soro fisiológico 0,9% IP, DX - 5 mg/Kg de DX IP, e ZL - 0,5 mg/Kg de ZL IP. Os animais de todos os três grupos receberão os respectivos tratamentos uma vez por semana por quatro semanas previamente à exodontia, continuando até os períodos de eutanásias, de 7 e 30 dias, quando serão coletados o sangue, para análises dos níveis sérios de fosfatase alcalina, TRACP total, cálcio e fósforo por meio de ensaios colorimétricos, bem como as maxilas contento os alvéolos para análise histopatológica dos cortes corados com hematoxilina e eosina (HE), considerando-se a presença de tecido de granulação, grau de maturação do tecido ósseo, presença ou ausência de sequestros ósseos, presença ou ausência de biofilme microbiano e padrão de resposta inflamatória. A análise quantitativa será realizada após a captura de 10 campos da região média do alvéolo corado em HE em objetiva de 100x utilizando um retículo de 130 pontos pelo software ImageJ. Os pontos coincidentes com as células osteoblásticas, osteoclastos (aderidos e desaderidos), fibroblastos, osteócitos, lacunas vazias de osteócitos, matriz óssea, sequestros ósseos, fibras colágenas, vasos sanguíneos e leucócitos serão contabilizados. Os resultado obtidos serão submetidos à testes de distribuição da normalidade, para a escolha do testes estatísticos adequados considerando-se o nível de significância de 5% (pd0,05).