Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de miscibilidade e alterações estruturais de lipídeos empregando espectroscopia Raman de imagem aliada a métodos quimiométricos para desenvolvimento de carreadores lipídicos nanoestruturados e hidrogéis contendo anestésicos

Processo: 18/22975-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Eneida de Paula
Beneficiário:Hery Mitsutake
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Carreadores lipídicos nanoestruturados   Miscibilidade   Lipídeos

Resumo

O uso de carreadores lipídicos nanoestruturados (NLC) na liberação sustentada de fármacos tem chamado a atenção nos últimos anos. A matriz das NLC é formada pela mistura de um lipídeo sólido com um lipídeo líquido na temperatura ambiente ou corporal, o que aumenta significativamente a capacidade incorporação de fármacos e a estabilidade das mesmas, em relação a nanoemulsões e nanopartículas lipídicas sólidas. No entanto, a imiscibilidade entre os excipientes e destes com o(s) princípio(s) ativo(s) pode levar à instabilidade das formulações, muitas vezes só verificada macroscopicamente após meses. Nesse sentido, o uso de espectroscopia Raman de imagem pode ser uma valiosa ferramenta, pois permite avaliar a distribuição microscópica dos excipientes, ainda no período inicial de preparo. A partir da combinação de um microscópio com um espectrômetro, esta técnica fornece tanto informação química quanto espacial. Embora os métodos univariados sejam os mais empregados nesse tipo de análise, estes não são os mais adequados em alguns casos, principalmente pela sobreposição espectral, muito comum nesse tipo de amostra. Portanto, o uso de quimiometria, especialmente dos métodos de resolução de curvas, pode ser mais indicado para este fim.O presente projeto propõe o desenvolvimento de uma metodologia inovadora para: i) a prévia seleção de excipientes lipídicos, suas proporções e da quantidade de fármaco possível de ser solubilizada nos excipientes sólidos e líquidos, e ii ) avaliar a estabilidade química e física de formulações lipídicas semi-sólidas empregando diagramas ternários e espectroscopia Raman de imagem. Para tal serão avaliados diversos excipientes e os diagramas ternários serão desenvolvidos com os mais promissores. Posteriormente, as melhores proporções serão incorporadas em hidrogéis para lidocaína e butesina e mapeados por espectroscopia Raman para caracterização e comparação.