Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das atividades das proteínas antioxidantes tiorredoxina e tiorredoxina redutase, associadas ao desenvolvimento de tumores humanos de cólon, mama e melanomas

Processo: 20/03697-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Hugo Pequeno Monteiro
Beneficiário:Waleska Claudia Dornas Amaral
Instituição-sede: Centro de Terapia Celular e Molecular. Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/15038-7 - O desenvolvimento tumoral sob a ótica da sinalização celular redox: modulação temporal da produção de óxido nítrico e espécies reativas de oxigênio, AP.TEM
Assunto(s):Transdução de sinais   Óxido nítrico   Neoplasias   Espécies de oxigênio reativas

Resumo

A maior ou menor prevalência de Óxido Nítrico (NO) ou de Espécies reativas do Oxigênio (EROs) associada a diferentes estágios de desenvolvimento tumoral deve garantir a sobrevivência das células tumorais em cada uma das fases de desenvolvimento. Este balanço potencialmente modularia as vias de sinalização oncogênicas responsáveis pelas diferentes fases de desenvolvimento dos tumores.Neste projeto realizaremos ensaios in vivo para elucidar o papel das proteínas antioxidantes Tiorredoxina (Trx-1) e Trx Redutase na regulação das alterações no ambiente redox intracelular causadas pelas variações nos níveis das EROs e do NO, durante o desenvolvimento tumoral. Utilizaremos como modelos experimentais culturas celulares obtidas de tumores primários e metástases. Serão utilizadas as linhagens de: tumores de cólon (SW480 - primário e SW620 - metástase), mama triplo negativo (HC1187 - primário e MDA-MB-231 - metástase), e melanoma (A-375 - primário e SK-Mel-1 - metástase).