Busca avançada
Ano de início
Entree

Segmentação de patologias em concreto em imagens digitais geradas por tomografia ultrassônica

Processo: 19/27752-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 06 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Marco Antonio Garcia de Carvalho
Beneficiário:Marinara Andrade do Nascimento Moura
Supervisor no Exterior: Jónatas Miguel de Almeida Valença
Instituição-sede: Faculdade de Tecnologia (FT). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Local de pesquisa : Instituto Superior Técnico (IST), Portugal  
Vinculado à bolsa:18/18520-4 - Identificação dè vazios dè concretagem Èm imagens digitais geradas pôr tomografia ultrassônica, BP.MS
Assunto(s):Concreto   Estruturas de concreto   Tecnologia do concreto   Processamento de imagens   Vida útil   Inspeção periódica

Resumo

A monitoração de estruturas de concreto é indispensável para garantir a segurança e o desempenho durante o seu tempo de vida útil. A inspeção em concreto é realizada, normalmente, por meio de ensaios destrutivos e não destrutivos, sendo que o segundo apresenta como principal vantagem a conservação do elemento analisado. Dentre os ensaios não destrutivos, os ensaios de ultrassom têm sido cada vez mais utilizados para identificação de patologias em concreto. No projeto em vigência foi proposto a identificação da patologia vazios de concretagem em imagens digitais geradas por tomografia ultrassônica em elementos de concreto. A utilização de técnicas de interpolação foi indicada para complementar os dados de ensaio de ultrassom e possibilitar a geração de imagens que caracterizassem os defeitos implementados nos corpos de prova. Neste projeto auxiliar, objetivamos utilizar uma nova abordagem para avaliação das imagens geradas. Esta abordagem consiste em aplicar uma outra técnica para segmentar as regiões de interesse das imagens (regiões onde existem defeitos) e obter uma base de imagens referências (Ground Truth) para comparação e validação quantitativa dos resultados. Para tanto, propomos um estágio de dois meses com a intenção de aproveitar a oportunidade de ter a supervisão e orientação do pesquisador Jónatas Valença, do Instituto Superior Técnico (IST) da Universidade de Lisboa. Acreditamos que o seu apoio como especialista em concreto e sua experiência com análise de imagens será fundamental para complementar as análises de resultados. Dessa forma, a experiência possibilitará resultados mais robustos através de pesquisas e análises feitas conjuntamente com o apoio do pesquisador Valença e do IST. (AU)