Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos efeitos de sistemas de integração lavoura-pecuária e práticas de manejo associadas em processos de ciclagem de carbono no solo usando o modelo Agro-IBIS

Processo: 20/06775-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola
Convênio/Acordo: Organização Holandesa para a Pesquisa Científica (NWO)
Pesquisador responsável:Rubens Augusto Camargo Lamparelli
Beneficiário:Henrique Boriolo Dias
Instituição-sede: Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético (NIPE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50205-9 - Monitoramento de sistemas integrados lavoura-pecuária por meio de sensoriamento remoto e agricultura de precisão para uma produção mais sustentável - rumo à agricultura de baixo carbono, AP.TEM
Assunto(s):Pastagens   Sustentabilidade   Mudança climática

Resumo

A integração lavoura-pecuária vem sendo utilizada no Brasil como estratégia para se alcançar uma agricultura mais sustentável e produtiva, com perspectiva de sua implementação em áreas de monocultura e pastagem extensiva, muitas das quais sob processo de degradação. Os sistemas integrados apresentam quantidades e composição dos compostos orgânicos aportados ao solo diferentes dos sistemas tradicionais, assim como os fluxos de água e calor, o que leva a alterações marcantes na magnitude do processo de ciclagem de carbono (C). Neste particular, constata-se uma carência de informações sobre a magnitude da ciclagem de C nos sistemas integrados em escala de agroecossistema, principalmente no que diz respeito à importância quantitativa das emissões dos gases de efeito estufa e às alterações nos estoques de matéria orgânica ao longo do tempo. Portanto, a presente proposta tem por objetivo a avaliação dos efeitos de sistemas de integração lavoura-pecuária e práticas de manejo nos processos de ciclagem de C no solo usando o modelo biofísico Agro-IBIS. Dado que o modelo nunca foi usado antes para sistemas agrícola integrados no Brasil, o projeto consistirá em parametrizar e avaliar o modelo para essa finalidade. O modelo Agro-IBIS está atualmente em processo de parametrização para as culturas da soja e braquiária. Esta versão do modelo e os conjuntos de parâmetros associados serão usados como ponto de partida para esta análise. Dados meteorológicos, de solo e histórico de uso da terra serão levantados. Dados medidos para o C, N, umidade do solo e produtividade da planta serão formatados e comparados com as simulações do modelo. Após a avaliação do modelo, simulações para uma série histórica de mais de 30 anos (1980-2013) serão realizadas para avaliar o impacto de práticas de manejo nos componentes de C do solo. A parametrização e validação do Agro-IBIS para sistemas de integração lavoura-pecuária representa um avanço importante para a ciência e para a agricultura nacional. (AU)