Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel do módulo PHY-PIF na percepção de alta temperatura e seu impacto na qualidade nutricional de frutos

Processo: 20/01150-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Maria Magdalena Rossi
Beneficiário:Marcelo Osvail de Oliveira Junior
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia molecular   Estado nutricional   Alta temperatura   Biogênese   Solanum lycopersicum   Tomateiro

Resumo

O tomateiro é um dos cultivos mais importantes do mundo, sendo plantado e consumido mundialmente; sua importância excede seu valor comercial, sendo uma das principais fontes de nutrientes para a dieta humana, principalmente vitaminas e açúcares. Estes compostos são produzidos principalmente pelo metabolismo plastidial, o qual é regulado pela luz. Desta forma a manipulação da percepção e sinalização luminosa tem se mostrado uma alternativa para manipular o conteúdo de distintas classes de compostos nutricionais derivados do metabolismo plastidial no tomateiro. Recentemente, nosso grupo de pesquisa mostrou que a alta temperatura diminui a qualidade nutricional do fruto e que a percepção e sinalização de temperatura compartilha vias em comum com a percepção luminosa. Neste contexto, o presente projeto procura explorar o papel do fotorreceptor SIPHYB2, e do regulador negativo a jusante SIPIF4, na percepção e sinalização de temperatura. Mais especificamente, a hipótese é que SIPIF4 media a resposta de SIPHYB2 a alta temperatura nos frutos. Para testar esta hipótese, nós iremos avaliar o impacto da alta temperatura na biogênese plastidial e no metabolismo de fruto em plantas com atividade alterada de SIPHYB2 e SIPIF4. Os resultados irão prover informação para devenvolver estratégias que permitam mitigar os efeitos deletérios da alta temperatura no metabolismo do fruto e, consequentemente, no seu valor nutricional. (AU)