Busca avançada
Ano de início
Entree

Relações evolutivas e história demográfica em espécies de Loricariidae (Siluriformes), com ênfase no gênero Harttia

Processo: 20/02681-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Marcelo de Bello Cioffi
Beneficiário:Francisco de Menezes Cavalcante Sassi
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Citogenética   Filogeografia   Peixes   Loricariidae   Evolução cariotípica   Análise de sequência de DNA   Cromossomos sexuais

Resumo

Barreiras geográficas e mecanismos genéticos são os principais responsáveis pelo isolamento reprodutivo em diversas espécies. Rearranjos cromossômicos, principalmente envolvendo o par sexual, são determinantes no isolamento pós-zigótico. Os peixes conhecidos como cascudos e acaris fazem parte da família Loricariidae e apresentam uma grande diversidade cariotípica, com número diploide variando de 36 a 74 cromossomos por célula, além da presença de sistemas sexuais simples e múltiplos em diversas espécies. Dentre os membros desta família, destaca-se o gênero Harttia, que habita pequenos riachos da região Neotropical, com especial destaque para o Brasil, que contém a maior diversidade. Considerando as 27 espécies descritas para o gênero, apenas oito apresentam dados citogenéticos. Contudo, dois sistemas sexuais múltiplos e uma variação de 52 a 62 cromossomos são descritos, indicando uma variação interessante para estudos evolutivos. Assim, objetivamos realizar uma análise em espécies da família Loricariidae, com ênfase no gênero Harttia, cujos resultados obtidos com serão comparados com parâmetros cromossômicos, genômicos e tempo de divergência evolutiva. Utilizaremos de experimentos da citogenética clássica (Giemsa e bandamento C) e molecular (pintura cromossômica, hibridização genômica comparativa, mapeamento de diferentes classes de DNA via FISH), aliado ao sequenciamento de DNA (DArT-Seq) e análises bioinformáticas para: i) realizar a citogenômica evolutiva em espécies de Harttia e de grupos filogeneticamente relacionados; ii) investigar a origem dos cromossomos sexuais no gênero Harttia; iii) analisar o impacto dos cromossomos sexuais na diversidade genética e, iv) traçar a história demográfica e a filogeografia de Harttia. O presente projeto apresenta uma continuidade nos estudos do Laboratório de Citogenética de Peixes em membros da ordem Siluriformes, contribuindo para um maior entendimento dos mecanismos genéticos por trás do processo evolutivo. (AU)