Busca avançada
Ano de início
Entree

Como surge um intérprete do Brasil: um estudo sobre os diários pessoais de Raymundo Faoro (1943-1952)

Processo: 19/22199-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Lilia Katri Moritz Schwarcz
Beneficiário:Paulo Augusto Franco de Alcântara
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Etnografia   História das ideias   Pensamento social brasileiro   Diários   Intérpretes   Século XX

Resumo

Raymundo Faoro possui papel relevante para a história das ideias no Brasil, sendo um dos intérpretes mais conhecidos, não somente nos círculos acadêmicos, mas também no campo da política, da prática jurídica e do jornalismo. Neste projeto abordaremos 20 diários pessoais escritos pelo autor entre 1943 e 1951, período em que habitou a cidade de Porto Alegre como estudante de Direito. Além da publicação desse conteúdo totalmente inédito, interessa-nos investigar e descrever o processo de constituição desses diários relacionando-o com a formação e a autoconstrução do jovem pensador e "escritor de si", na definição de Michel Foucault. Tal abordagem nos exige recuperar o contexto cultural da época à procura das relações do indivíduo com os planos mais abrangentes da vida: a cidade, o país, a sociedade, a teoria, a política e a economia. Potencialmente, a pesquisa contribuirá não somente para estudos sobre formação desse autor intérprete, mas para o campo da história das ideias no Brasil sob a perspectiva da antropologia sobre arquivos pessoais. (AU)