Busca avançada
Ano de início
Entree

Impactos da aplicação de diferentes vinhaças nas emissões de gases do efeito estufa e na comunidade microbiana do solo

Processo: 20/06275-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:João Luís Nunes Carvalho
Beneficiário:Marta Alves Moitinho
Instituição-sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/11523-5 - Integração cana-de-açúcar/pecuária: modelagem e otimização, AP.BIOEN.TEM
Assunto(s):Microbiologia   Solos   Gases do efeito estufa   Vinhaça   Cana-de-açúcar   Bioenergia

Resumo

Os efeitos da aplicação da vinhaça na emissão de GEE no solo depende do método de aplicação e da composição química do resíduo. A vinhaça é um resíduo da produção de etanol de cana-de-açúcar e sua qualidade é baseada na qualidade da matéria-prima e na rota de produção de etanol (primeira e segunda geração). A maior parte da vinhaça produzida no Brasil é fertirrigada no solo como uma alternativa sustentável ao uso de fertilizantes sintéticos no cultivo da cana-de-açúcar. Mais recentemente, motivado pelo potencial de uso da vinhaça na produção de bioenergia e pelas implicações ambientais da fertirrigação em solos, o setor sucroenergético mostra preocupações com a sustentabilidade dos atuais sistemas de disposição da vinhaça. Novos processos estão sendo projetados especificamente para melhorar o uso e também para reduzir as implicações ambientais relacionadas ao manejo da vinhaça. Algumas melhorias no manejo da vinhaça, como a concentração térmica (e/ou produção de fertilizante organomineral líquido) e a biodigestão anaeróbica (ou codigestão que agrega outra fonte de carbono) têm sido propostas como estratégias para mitigar os principais problemas ambientais. O objetivo deste projeto é avaliar o efeito da aplicação de diversos tipos de vinhaça produzida em biorrefinarias integradas nas emissões de GEE do solo, na diversidade e estrutura da comunidade microbiana e na produção de biomassa em áreas de cana-de-açúcar. Para atingir esse objetivo, serão realizados ensaios de campo e de laboratório com vinhaça obtida de diferentes tratamentos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)