Busca avançada
Ano de início
Entree

Estrada de ferro Araraquara: entre as invisibilidades e as potencialidades em torno de complexos ferroviários do Noroeste paulista

Processo: 20/02418-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 31 de março de 2024
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Beatriz Mugayar Kühl
Beneficiário:Eduardo Bacani Ribeiro
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Patrimônio ferroviário   Ferrovias   Patrimônio industrial   Araraquara (SP)   Catanduva (SP)

Resumo

Esta tese de doutorado investigará as possíveis invisibilidades e potencialidades em torno dos complexos ferroviários de Araraquara, Catanduva e Bueno de Andrada, portadores de estações ressignificadas e pertencentes à antiga Estrada de Ferro Araraquara (EFA). A partir da análise comparativa dos três complexos, embasadas em dados coletados in loco e fontes documentais, serão avaliadas criticamente as diretrizes e a abrangência das ações de intervenção nessas áreas, suas correlações com os perfis urbanísticos, bem como suas associações (ou não) com documentos internacionais que norteiam intervenções em bens desse tipo. Serão discutidas diretrizes para projetos nesses espaços e examinados instrumentos que podem repercutir em políticas públicas mais informadas e esclarecer se há uma possível arbitrariedade e/ou incompreensão, como também um distanciamento entre prática e teoria, ao se propor a ressignificação desse patrimônio. O que pode ter como resultado o afastamento desses sítios da esfera cultural em benefício de outros interesses que podem inviabilizar a reativação e a conversão desses signos da memória urbana em qualificadores do ambiente citadino. Esse é um território disputado e valorizado o bastante para indicar a necessidade (ou a obrigação) de se discutir a função sociocultural e a preservação desses antigos complexos ferroviários da EFA - exemplos de tantos outros assentados pelo interior paulista - por uma perspectiva abrangente, consciente e criteriosa. (AU)