Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de espécies de enterobactérias e outras bactérias gram-negativas menos frequentes na casuística de mastite bovina clínica diagnosticada por espectrometria de masssas

Processo: 20/04598-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Marcio Garcia Ribeiro
Beneficiário:Luisa Fernanda García Sánchez
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/19688-8 - E. coli, Klebsiella pneumoniae e Enterococcus spp: impacto dos fatores de virulência na mastite bovina e reflexos na saúde pública, AP.TEM
Assunto(s):Doenças infecciosas em animais   Mastite bovina   Bactérias gram-negativas   Enterobacteriaceae   Lactação animal   Espectrometria de massas por ionização e dessorção a laser assistida por matriz   Técnicas in vitro

Resumo

Caracterização de espécies de enterobactérias e outras bactérias gram-negativas menos frequentes na casuística de mastite clínica bovina diagnosticadas por espectrometria de massa: Escherichia coli e Klebsiella pneumoniae são as enterobactérias mais frequentemente diagnosticadas nos casos de mastite clínica em vacas, de origem ambiental. No entanto, outras enterobactérias e bactérias gram-negativas estão envolvidas na casuística de mastite clínica bovina e, por vezes, são negligenciadas, subdianosticadas ou têm o diagnóstico restrito em nível de gênero, e.g., Proteus, Pseudomonas, Pasteurella, Enterobacter, Serratia, Hafnia e Citrobacter. Apesar de, comumente, relegadas ao segundo plano, este grupo de patógenos também induzem mastite clínica de elevada gravidade, apresentam multirresistência aos antimicrobianos convencionais e possuem potencial zoonótico se transmitidas pelo leite e derivados. Neste cenário, o presente estudo pretende identificar espécies de enterobactérias e outras bactérias gram-negativas - isoladas em menor frequência na casuística de mastite clínica em vacas -, utilizando a espectrometria de massas com fonte de ionização e dessorção a laser assistida por matriz e analisador de tempo-de-voo (MALDI-TOF). Ainda, pretende-se investigar a multirresistência in vitro dos isolados aos antimicrobianos comumente utilizados no tratamento e/ou profilaxia da mastite ao longo da lactação e no período seco.