Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do uso de nanopartículas de selênio para biofortificação de grãos de arroz

Processo: 20/00284-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Bruno Lemos Batista
Beneficiário:Bruna Moreira Freire
Instituição Sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):22/04254-6 - Avaliação do uso de spICP-MS para dimensionamento de SeNPs internalizadas por plantas de arroz e localização do Se acumulado por LA-ICP-MS, BE.EP.DR
Assunto(s):Biofortificação   Nanopartículas   Selênio   Grãos   Arroz   Espectrometria de massa por plasma acoplado indutivamente
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:biofortificação | Especiação | SeNPs | sp-ICP-MS | Toxicologia analítica e alimentos

Resumo

O arroz é um alimento básico para a população mundial, sendo consumido na forma de grão ou processado para a produção de derivados. Porém esse alimento é pobre em Se (em média 68,4 ng g-1), um elemento traço essencial ao homem que possui características antioxidantes no organismo. Aproximadamente 1 bilhão de pessoas ao redor do mundo possuem uma dieta deficiente em selênio. Algumas alternativas para o aumento da ingestão de Se e redução da deficiência desse elemento são o consumo de suplementos alimentares, alimentos enriquecidos em Se e suplementação de animais que servirão de alimento. A Nanotecnologia é uma ciência multidisciplinar que vêm recebendo cada vez mais atenção nas últimas décadas, possibilitando avanços científicos em diferentes áreas como Medicina e meio ambiente. A incorporação do Se em nanopartículas é uma estratégia promissora para aproveitar os benefícios terapêuticos do Se e as propriedades únicas dos nanomateriais. Assim, o presente projeto visa o desenvolvimento de método de aplicação de nanopartículas de selênio no cultivo do arroz visando a biofortificação desse alimento, bem como a avaliação dos efeitos desse tratamento no desenvolvimento da planta e na concentração de outros elementos de valor nutricional. O spICP-MS (single particle ICP-MS) é um método para a contagem de nanopartículas em matrizes aquosas que possibilita determinar a concentração, distribuição e tamanho das nanopartículas. Será desenvolvido e aplicado um método de dimensionamento de nanopartículas de Se em arroz por spICP-MS. Para determinar a concentração ótima de nanopartículas, será avaliada a toxicidade destas em sementes pré-germinadas de arroz. Serão testadas duas formas de aplicação (foliar e no solo). Após a seleção da concentração e forma de aplicação, os arrozes serão cultivados até a maturação completa, com a aplicação de nanopartículas de Se a cada 15 dias. Finalmente, serão avaliados nas plantas: i-) parâmetros agronômicos; ii-) concentrações de Se, Zn Fe, Cu, Mn, As e Cd e a translocação de cada um desses elemento no sistema solo-planta; iii-) espécies de Se nos grãos e; iv-) bioacessibilidade de Se nos grãos. Espera-se que esse projeto proporcione um melhor entendimento sobre o uso de nanopartículas na agricultura e sobre a internalização de nanopartículas utilizando spICP-MS, agregando valor nutricional ao grão do arroz, um alimento globalmente consumido. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FREIRE, BRUNA MOREIRA; GONZAGA, ROBERTA GRANJA; PEDRON, TATIANA; MONTEIRO, LUCILENA REBELO; LANGE, CAMILA NEVES; PEDREIRA FILHO, WALTER DOS REIS; BATISTA, BRUNO LEMOS. Occupational exposure to potentially toxic elements in the foundry industry: an integrated environmental and biological monitoring. Environmental Science and Pollution Research, v. 28, n. 26, SI, p. 34630-34641, . (16/19924-6, 17/20914-8, 20/00284-2, 16/10060-9, 14/05151-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.