Busca avançada
Ano de início
Entree

O ensino da biodiversidade brasileira em uma perspectiva evolutiva: subsídios para a construção de materiais didáticos no âmbito do projeto temático Biota-FAPESP na educação básica

Processo: 20/07961-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Nélio Marco Vincenzo Bizzo
Beneficiário:Leonardo Augusto Luvison Araújo
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/05843-4 - O Programa BIOTA-FAPESP na educação básica: possibilidades de integração curricular, AP.BTA.TEM
Assunto(s):Evolução biológica   Biodiversidade   Material didático   Educação escolar básica

Resumo

O programa BIOTA-FAPESP é uma das maiores iniciativas voltadas para o estudo da biodiversidade brasileira. No entanto, sua relevância educacional não tem sido devidamente reconhecida. A ênfase em animais exóticos nos currículos e livros brasileiros, em detrimento da rica biodiversidade nacional, é um exemplo da pouca incorporação dos conhecimentos biológicos produzidos por cientistas de instituições paulistas no ensino fundamental e médio. Além da pouca ênfase na biodiversidade local, algumas pesquisas apontam também que é comum a ausência de uma perspectiva evolutiva no ensino da diversidade biológica. A abordagem da biodiversidade é caracterizada por uma didática fundamentada na memorização de nomes de grupos e de características, sem conexão com a história evolutiva das linhagens. Considerando estas duas problemáticas - a necessidade de uma perspectiva evolutiva no ensino de biodiversidade e a importância dos conhecimentos sobre a biodiversidade brasileira na educação básica -, o presente projeto de pós-doutorado pretende desenvolver materiais didáticos que tomam a evolução como eixo central no ensino da biodiversidade nacional. A proposta é vinculada ao projeto temático intitulado "O programa BIOTA-FAPESP na educação básica: possibilidades de integração curricular" (proc. 2016/05843-4), que tem como objetivo principal fomentar ações direcionadas ao uso e divulgação dos dados gerados pelo programa BIOTA-FAPESP. O projeto temático também acumula resultados sobre interesses, atitudes e conhecimento de jovens estudantes brasileiros em relação à ciência e tecnologia, depositados em um banco de dados no Núcleo de Pesquisa em Educação, Divulgação e Epistemologia da Evolução "Charles Darwin" (EDEVO-Darwin). O conhecimento acumulado pelo programa BIOTA sobre a biodiversidade brasileira e os dados obtidos pelo projeto temático representam uma oportunidade única de fomentar o ensino da biodiversidade brasileira em uma perspectiva evolutiva, permitindo a construção de materiais didáticos contextualizados às realidades locais. (AU)