Busca avançada
Ano de início
Entree

Microencapsulação de óleo de mostarda (Brassica sp.) para uso como defensivo natural na agricultura de larga escala, orgânica e doméstica - técnicas encapsulantes combinadas para ação prolongada

Processo: 20/09238-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Poliana Moser
Beneficiário:Izabela Queiroz Silva
Empresa:Linax Indústria e Comércio de Óleos Essenciais Ltda
CNAE: Atividades de apoio à agricultura
Fabricação de produtos químicos orgânicos não especificados anteriormente
Vinculado ao auxílio:19/08805-4 - Microencapsulação de óleo de mostarda (Brassica sp.) para uso como defensivo natural na agricultura de larga escala, orgânica e doméstica - técnicas encapsulantes combinadas para ação prolongada, AP.PIPE
Assunto(s):Agrotóxicos   Inseticidas biológicos   Extratos vegetais   Óleos vegetais   Controle de pragas   Liberação controlada de fármacos   Propriedades físico-químicas   Cinética

Resumo

Existe uma busca intensa pelas empresas de defensivos tradicionais por novos produtos baseados em princípios ativos naturais, os quais são melhor aceitos pelo exigente mercado atual que demanda produtos inovadores com baixo impacto ambiental. Ao desenvolver esta pesquisa contando com a interação de profissionais atuantes em diferentes áreas de conhecimento - engenharia de alimentos, microencapsulação, química de produtos naturais, agronomia e entomologia - busca-se obter um inseticida natural microencapsulado de alta eficiência, com baixo impacto ambiental e alto potencial econômico. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho é produzir um defensivo agrícola e doméstico natural a base de óleo de mostarda, microencapsulado com técnicas combinadas, de modo a atingir efeito prolongado após sua aplicação. Para isso, o óleo de mostarda será extraído e o defensivo agrícola natural será elaborado a partir de dois sistemas encapsulantes produzidos a partir de biopolímeros. O primeiro sistema será formado pela combinação de uma emulsão de dupla camada e de uma emulsão de Pickering (EDC-EPI), enquanto o segundo sistema será formado pela emulsão de dupla camada e por microcápsulas secas, produzidas por spray drying (EDC-MSD) a partir da emulsão de Pickering. A cinética de liberação dos dois sistemas de encapsulação será avaliada in vitro nas temperaturas de 25 e 40 ºC e nas umidades relativas de 30 e 90%, de modo a simular algumas condições de campo. As propriedades físico-químicas das emulsões e microcápsulas serão avaliadas pelas análises de distribuição do tamanho de partículas e morfologia das microcápsulas, e os resultados serão correlacionados com os testes de cinética de liberação. Para avaliar a aplicabilidade dos sistemas encapsulantes, serão realizados testes com insetos. O efeito biológico do defensivo agrícola natural a base de óleo de mostarda será avaliado pela determinação de concentração letal (CL50) e curva de dosagem. Ao utilizar os métodos combinados de microencapsulação espera-se que as cápsulas possuam gatilhos de liberação distintos, conseguindo liberar o óleo de mostarda de uma forma lenta e prolongada. Ao utilizar dois sistemas encapsulantes pretende-se avaliar quais deles terá a melhor relação custo x benefício. Espera-se, com o resultado desta pesquisa, que o novo produto gerado se torne responsável por 50% do faturamento da Linax Óleos Essenciais, com crescimento contínuo semelhante ou superior ao do mercado de defensivos naturais do Brasil. O mercado mundial desses produtos tem apresentado crescimento médio anual de 15,3% e, no Brasil, a tendência é que ele cresça entre 15% a 20% nos próximos anos.