Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação do acoplamento magnetoelétrico pela análise da curva de polarização elétrica em sistemas heteroestruturados magnetoelétricos

Processo: 20/06570-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Fabio Luis Zabotto
Beneficiário:Rodrigo Ambrosio Rodrigues de Carvalho
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/13769-1 - Materiais multiferróicos e ferroelétricos para conversores de energia: síntese, propriedades, fenomenologia e aplicações, AP.TEM
Assunto(s):Sistema de aquisição de dados   Desenvolvimento de novos materiais   Materiais nanoestruturados   Materiais ferroelétricos   Deposição física de vapor   Multiferroicos   Efeito magnetoelétrico   Polarização elétrica   Análise de dados   Revisão sistemática

Resumo

Este projeto de pesquisa propõe a criação de um protocolo de análise sistematizada para as diferentes contribuições existentes na curva de histerese ferroelétrica no caso de sistemas multiferroicos magnetoelétricos sob ação de campo magnético, o que permitirá avançar no entendimento sobre a natureza do acoplamento magnetoelétrico em sistemas nanoestruturados. Os materiais a serem investigados são sistemas nanoestruturados multifuncionais e magnetoelétricos do sistema Pb(Zr,Ti)O3/BaFe12O19, Pb(Zr,Ti)O3/CoFe2O4 e Pb(Zr,Ti)O3/NiFe2O4 fabricados por deposição física via RF-sputtering, assim como, sistemas multiferroicos monofásicos de Pb(Zr,Ti)O3-Pb(Fe,Nb)O3. Um sistema de aquisição e análise de dados para sistemas ferroelétricos será readequado e utilizado em conjunto com a plataforma de campo magnético já existente. Desta forma, será possível a determinação das contribuições existentes na curva de histerese ferroelétrica que sofrem maior influência do campo magnético, tornando possível a distinção entre efeitos de natureza magnetoelétrica e efeitos de natureza magnetoresistiva e/ou magneto-capacitivas em sistemas nanoestruturados e também em monofásicos. Em adição, por meio do desenvolvimento das atividades relacionadas a este projeto, o discente terá um importante ganho para sua formação acadêmica e científica, principalmente nas áreas fundamentais de física da matéria condensada e de desenvolvimento de novos materiais.