Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do monocristal Al2O3: C,Mg para dosimetria UV utilizando a técnica OSL

Processo: 20/07289-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Neilo Marcos Trindade
Beneficiário:Daniel Lazaro Santiago
Instituição-sede: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Radiação ionizante   Raios ultravioleta   Monocristais   Óxido de alumínio   Luminescência   Caracterização   Dosimetria por luminescência estimulada opticamente

Resumo

Nesta pesquisa, propõe se investigar os efeitos da radiação UV em cristais de óxido de alumínio dopado com carbono e magnésio (Al2O3: C,Mg), com o uso da técnica de Luminescência Opticamente Estimulada (OSL). Al2O3: C,Mg é um material conhecido, devido a sua aplicação, como detectores de trilhas nucleares fluorescentes (FNTD). Estudos recentes mostram que esses cristais exibem a intensidade da curva de decaimento OSL, proporcionalmente a uma ampla faixa de dose de radiação ionizante aos quais são expostos previamente. Apesar dos FNTD´s terem sido fortemente investigados para atuarem em dosimetria clínica, não há relatos quanto a aplicações em dosimetria ambiental, por exemplo, monitoração de radiação UV. Diante de tal fato, sendo a radiação UV nociva e podendo ser cancerígena, se faz necessário a investigação de novos materiais com sensibilidade à radiação UV. Portanto, esse trabalho irá analisar a forma e a intensidade da curva OSL do Al2O3: C,Mg em função de tempos de exposição à radiação UV, e investigar os parâmetros que descrevem a curva OSL. Dessa forma pretende-se contribuir com conhecimento desse novo material na área de dosimetria, em especial em relação a sensibilidade à radiação UV. A pesquisa será realizada em colaboração com a Universidade de São Paulo.