Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de novos candidatos a fármacos em protozooses negligenciadas

Processo: 20/03637-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 31 de março de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:André Gustavo Tempone Cardoso
Beneficiário:Erica Valadares de Castro Levatti
Instituição-sede: Instituto Adolfo Lutz (IAL). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50333-7 - Plano de desenvolvimento institucional em pesquisa do Instituto Adolfo Lutz (PDIp), AP.PDIP
Assunto(s):Leishmaniose   Doença de Chagas   Fármacos   Produtos naturais   Leishmania infantum   Trypanosoma cruzi   Cromatografia

Resumo

Protozooses negligenciadas como as Leishmanioses e a Doença de Chagas, afetam mais de 20 milhões de pessoas, principalmente em países em desenvolvimento. Contando com um arsenal terapêutico restrito, tóxico e pouco eficiente, necessitando urgentemente de novos tratamentos. Na busca de novos compostos visando novas terapias de tratamento, os metabólitos naturais representam uma fonte promissora de protótipos farmacêuticos. A presente proposta visa identificar novos compostos naturais de origem microbiana marinha e metabólitos provenientes de plantas brasileiras, que apresentem potente atividade in vitro contra Leishmania (L.) infantum e Trypanosoma cruzi. Para isto, os metabólitos serão isolados por meio de estudos biomonitorados, utilizando diferentes técnicas cromatográficas. A potência dos compostos será avaliada por meio de ensaios fenotípicos in vitro, utilizando amastigotas intracelulares de Leishmania infantum e Trypanosoma cruzi. Estudos de citotoxicidade serão utilizados para obtenção do índice de seletividade. Os mecanismos de ação antiparasitária dos compostos mais promissores serão estudados por meio de técnicas em citometria de fluxo, espectrofluorimetria e microscopia eletrônica de transmissão e espectrometria de massas visando determinar alterações do metabolismo bioenergético, em membrana plamática e em metabolismo de lipídeos. A estrutura química de compostos ativos será determinada utilizando técnicas espectroscópicas e espectrométricas. Considerando a necessidade de novos fármacos para protozooses negligenciadas, este projeto poderá contribuir com a seleção de novas moléculas de origem natural que poderão ser usadas como futuros protótipos farmacêuticos. (AU)