Busca avançada
Ano de início
Entree

Preparação, caracterização e atividade antimicrobiana de nanopartículas e filmes de sílica recobertas por bicamada de lípide catiônico incorporando gramicidina e seus respectivos filmes obtidos por deposição

Processo: 20/08078-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Ana Maria Carmona-Ribeiro
Beneficiário:Beatriz Ideriha Mathiazzi
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/17685-2 - Arranjos supramoleculares com atividade imuno-adjuvante ou antimicrobiana, AP.R
Assunto(s):Anti-infecciosos   Nanopartículas   Peptídeos   Gramicidina   Deposição de filmes finos   Bicamadas lipídicas

Resumo

Novas formulações de gramicidina em sílica recoberta por bicamada de lípide catiônico poderão resultar em nanopartículas e filmes antimicrobianos com atividade ampliada. O trabalho envolverá a preparação, caracterização e determinação de atividade antimicrobiana de NPs de sílica/lípide catiônico/Gr obtidas por associação dos componentes dirigida por interações intermoleculares. A partir das dispersões aquosas das NPs serão também obtidos filmes por deposição e secagem sobre substratos diversos (vidro, poliestireno, Si/SiO2) tal que filmes antimicrobianos sejam também eventualmente obtidos a partir das NPs. As técnicas envolverão espalhamento de luz dinâmico, cultivo de microorganismos, plaqueamento e contagem de viáveis, determinações de halos de inibição de crescimento, morfologia de células e superfícies dos filmes por microscopia eletrônica de varredura.Espera-se obter um alargamento do espectro de atividade de novas formulações para o peptídeo gramicidina uma vez que este é bastante ativo contra bactérias Gram-positivas enquanto que o lípide catiônico afeta bactérias Gram-negativas. As novas formulações serão obtidas por recobrimento de sílica com bicamada de lípide catiônico para então se inserir o peptídeo possivelmente em forma de canal dimérico. Após serem obtidas as NPs recobertas por bicamada catiônica, o peptídeo será solubilizado em solvente apropriado e adicionado ao sistema para interagir por 1 h a 70 oC. Uma vez optimizado o arranjo, a atividade antimicrobiana será avaliada. (AU)