Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do sombreamento nas respostas fisiológicas e comportamentais de bovinos de corte

Processo: 20/09192-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Ecologia dos Animais Domésticos e Etologia
Pesquisador responsável:Alex Sandro Campos Maia
Beneficiário:Valéria Oliveira Valente Araújo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/19148-1 - Sombreamento com uso de painéis fotovoltaicos para bovinos de corte: um estudo do equilíbrio térmico, da viabilidade econômica e do impacto ambiental, AP.PFPMCG.R
Assunto(s):Bovinos de corte   Bem-estar do animal   Estresse térmico   Conforto térmico   Sombreamento   Energia fotovoltaica   Painéis solares fotovoltaicos

Resumo

A maior parte dos 220 milhões de bovinos de corte do rebanho brasileiro são manejados a pasto ou em confinamentos, enfrentando ao longo do ano condições de temperaturas do ar acima de 30°C e radiação solar superior a 800 W m-2 que causam estresse térmico, principalmente em animais de origem europeia e seus cruzamentos. O fornecimento de sombreamento artificial minimiza o estresse térmico melhorando o conforto térmico e o bem-estar dos animais, conforme mostraram vários trabalhos. No entanto, os custos de implantação de estruturas de sombreamento artificial tem sido a principal barreira para sua adoção. Inovar pode ser o caminho, gerando energia elétrica e sombreamento ao mesmo tempo para os animais utilizando painéis fotovoltaicos, pois o cenário é favorável. O preço dos módulos solares fotovoltaicos sofreu uma redução de aproximadamente 90% entre 2006 e 2016; a previsão futura indica uma queda anual por volta de 5,9%. Esse cenário torna a energia fotovoltaica viável e competitiva, além de ter as vantagens de ser renovável e não ter passivos ambientais. Assim, esse projeto quantificará (a) o impacto do sombreamento artificial utilizando painéis fotovoltaicos sobre o equilíbrio térmico de bovinos cruzados (Nelore com Angus), (b) estimará a geração de energia elétrica dos painéis e (c) determinará a viabilidade econômica e os benefícios ambientais em se utilizar painéis fotovoltaicos para fornecer sombreamento artificial para a bovinocultura brasileira. O impacto esperado desse projeto de pesquisa é em fornecer ao setor produtivo uma nova opção de estrutura de sombreamento artificial que produz energia limpa e renovável, enquanto melhora o conforto térmico e o bem-estar de bovinos e aumenta a receita financeira da propriedade. (AU)