Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de nanopartículas híbridas lipídio-poliméricas para liberação transdérmica de cetoprofeno: uma proposta de tratamento de inflamações reumáticas

Processo: 20/07960-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2020
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Maria Vitória Lopes Badra Bentley
Beneficiário:Thais Guimarães Procopio
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Nanotecnologia farmacêutica   Artrite reumatoide   Sistemas de liberação de medicamentos   Adesivo transdérmico   Nanopartículas   Cetoprofeno   Lipídeos   Solubilidade   Técnicas in vitro

Resumo

A artrite reumatoide (AR) é uma doença crônica debilitante, caracterizada por inflamação no tecido sinovial articular, exibindo sintomas como dor, inchaço e fadiga muscular, que pode levar à destruição das articulações. Os anti-inflamatórios não-esteroidais (AINEs), como o cetoprofeno (CET), são amplamente utilizados para o tratamento sintomático das doenças reumáticas, incluindo a AR. Entretanto, a administração sistêmica do CET é limitada, devido seus efeitos indesejados no trato gastrointestinal, como dispepsia e ulcerações. Desta forma, a administração transdérmica do CET consiste em uma estratégia promissora para evitar tais efeitos adversos, mas este uso ainda representa uma estratégia limitada, devido à baixa permeação desse fármaco através da pele. Sistemas de liberação de fármacos podem ser utilizados para superar essa limitação, tais como nanopartículas. Neste sentido, o presente projeto tem como objetivo o desenvolvimento de nanopartículas híbridas de constituição lipídio-polimérica (NHLPs) encapsulando o CET, como uma proposta transdérmica para o tratamento da AR. O plano de trabalho do estudo inclui a determinação da solubilidade, coeficiente de partição, caráter de ionização, perfil de liberação e permeação do CET, assim como o processo de desenvolvimento das NHLPs, caracterização e estudos in vitro de liberação e distribuição cutânea das NHLPs.