Busca avançada
Ano de início
Entree

Níveis e atividade da adam10 nos diferentes genótipos de apoe em idosos saudáveis

Processo: 20/06128-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Márcia Regina Cominetti
Beneficiário:Sabrina Cristina da Silva
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Biomarcadores   Genética   Demência   Cognição

Resumo

A demência causada pela doença de Alzheimer (DA) é a mais prevalente dentre as demências no Brasil e no mundo e diversos estudos associaram o alelo µ4 do gene da Apolipoproteína E (APOE) como o principal fator de risco genético para a DA de início tardio. Evidências sobre seu impacto negativo nas funções cognitivas têm sido demonstrado em diferentes populações, que incluem indivíduos saudáveis de diferentes idades e idosos com DA. Além da investigação sobre esse marcador genético, nosso laboratório vem focando, desde 2010, na investigação do papel da proteína ADAM10 no desenvolvimento da doença. A ADAM10 atua como ±-secretase envolvida na clivagem da APP e inibe a formação do peptídeo ²-amiloide (A²) e em última instância o desenvolvimento da DA. Nosso grupo demonstrou níveis menores de ADAM10 plaquetária em idosos com DA, comparado com idosos cognitivamente saudáveis. Além disso, outros grupos demonstraram que os níveis de ADAM10 aumenta ao longo do envelhecimento cognitivamente saudável. Apesar do genótipo APOE4 ser o principal fator de risco genético para DA e a ADAM10 ser uma proteína biomarcadora da doença, há uma escassez de estudos que investigaram a relação entre esses dois marcadores. Neste sentido, os objetivos deste trabalho são comparar os níveis e a atividade da ADAM10 plaquetária e plasmática nos diferentes genótipos de APOE em idosos saudáveis e verificar possíveis relações entre ADAM10 e funções cognitivas. Trata-se de um estudo transversal, observacional, comparativo com abordagem quantitativa. A amostra será constituída por idosos saudáveis, estratificados de acordo com o genótipo de APOE. Serão utilizados os seguintes instrumentos para a coleta de dados: Mini Exame do Estado Mental, Escore de Avaliação Clínica de Demência, Escala de Depressão Geriátrica (GDS30). Além disso será realizada uma coleta de sangue para a determinação do genótipo de APOE e quantificação dos níveis e atividade da ADAM10. Todos os preceitos éticos que regem pesquisas com seres humanos serão observados. Espera-se que o estudo possa contribuir para entender o impacto desse marcador genético em idosos saudáveis.