Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da influência da alcalinidade do meio no processo de eletrodeposição de níquel na presença de ácido aspártico

Processo: 20/06558-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2020
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Ivani Aparecida Carlos
Beneficiário:Giovana Baron Vitorasso
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Eletroanalítica   Eletrodeposição   Compostos de coordenação   Ácido aspártico   Análise morfológica   Voltametria   Espectroscopia   Espectrofotometria   Microscopia eletrônica de varredura   Difração por raios X

Resumo

Nosso grupo de pesquisa tem-se especializado no desenvolvimento e estudo de banhos não cianetados para a eletrodeposição de metais puros como Zn, Ag, Cu, Pb, Ni , Sn entre outros, uma vez que os banhos cianetados apresentam elevada toxidez e os de Watts contêm muitos aditivos. Também, temos nos preocupado com a simplificação dos banhos para eletrodeposição dos metais no que diz respeito ao número reduzido de aditivos presentes nos mesmos. Estes aditivos, além de estabilizarem os íons em solução, ainda levam a formação de eletrodepósitos com excelentes qualidades (livres de dendritos, trincas, orifícios etc.). A investigação de banhos para eletrodeposição de Ni está entre os sistemas de interesse de nosso grupo de pesquisa, devido às suas propriedades por ex., resistência à corrosão, de grande interesse em aplicações industriais. Deste modo, no presente projeto, pretende-se desenvolver banhos para deposição de Ni (pH = 5 e pH = 11) sobre substrato de aço, na presença de ácido aspártico (HAsp) como complexante, alternativo ao banho ácido convencional de Watts. Para caracterização das espécies complexas Ni presentes nos banhos de deposição de Ni (pH = 5 e pH = 11) utilizaremos a técnica espectrofotométrica na região do visível. A caracterização morfológica dos filmes de Ni obtidos a partir destes banhos será realizada por microscopia eletrônica de varredura (MEV) e a estrutural por espectroscopia de difração de raios X (DRX). (AU)