Busca avançada
Ano de início
Entree

Moderno sob encomenda: levantamento dos anúncios imobiliários e domésticos dos bairros Jardim das Bandeiras, Sumaré, Alto da Lapa, Boaçava e Alto de Pinheiros entre 1940 e 1960

Processo: 20/04089-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de junho de 2020
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Joana Mello de Carvalho e Silva
Beneficiário:Evelyn Maísa Hettwer
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/19887-9 - Moderno sob encomenda (1940-1960), AP.R
Assunto(s):História da arquitetura   Arquitetura moderna   Metropolização   Anúncios   Bairros   São Paulo (SP)

Resumo

O projeto, ao qual vincula-se esta bolsa, visa contribuir para a análise da disseminação da arquitetura moderna canônica no Brasil entre as décadas de 1940 e 1960 e a sua assimilação pela clientela particular em São Paulo a partir dos ideais de domesticidade e modernidade veiculados nos anúncios imobiliários dos bairros Jardim das Bandeiras, Sumaré, Alto da Lapa, Boaçava e Alto de Pinheiros, bem como das propagandas de materiais de construção, eletrodomésticos e de mobiliário no período. A intenção dessa bolsa é, por meio dos anúncios de loteamento aos de mobiliário, aprofundar a compreensão desses ideais tanto na escala da cidade quanto da casa, avaliando-se os princípios, a materialidade e os usos do morar. Para tanto, imagina-se trabalhar com jornal O Correio Paulistano e as revistas O Cruzeiro, A Cigarra e Vida Doméstica. Além desses periódicos, a bolsista fará o mesmo levantamento documental no jornal O Estado de S. Paulo e nas revistas Acrópole. Esse levantamento se fará em etapas. Num primeiro momento, haverá o levantamento dos anúncios imobiliários, depois dos de materiais de construção, dos de eletrodomésticos e, por fim, dos de mobiliário.