Busca avançada
Ano de início
Entree

Nova nanoformulação de serum lipossomado contendo astaxantina e ácido hialurônico no combate do envelhecimento da pele

Processo: 20/10276-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Nathalia Cristina Rissi
Beneficiário:Nathalia Cristina Rissi
Empresa:Nderma Pesquisa e Desenvolvimento Ltda
CNAE: Atividades de atenção à saúde humana não especificadas anteriormente
Vinculado ao auxílio:19/22897-9 - Nova nanoformulação de serum lipossomado contendo astaxantina e ácido hialurônico no combate do envelhecimento da pele, AP.PIPE
Assunto(s):Cosmetologia   Nanotecnologia   Soro   Ácido hialurônico   Lipossomos   Astaxantina   Colágeno   Citotoxicidade   Envelhecimento da pele

Resumo

Atualmente, a indústria de produtos cosméticos é sem dúvida um dos setores que mais cresce, permanecendo inalterado durante períodos de crise econômica. De acordo com pesquisas, o mercado global de cosméticos foi avaliado em cerca de US$ 532 bilhões em 2017 e deve chegar a aproximadamente US$ 863 bilhões em 2024. Em 2018, o Brasil se tornou o terceiro país, atrás somente do Japão e Estados Unidos, com o maior mercado de estética. Esse cenário positivo serve de incentivo para diversas inovações tecnológicas, aumentando a demanda de mercado. Dentre as tendências mundiais, a nanotecnologia, tem envolvido cada vez mais empresas e pesquisadores das principais universidades brasileiras. As formulações nanocosméticas possuem propriedades superiores em relação aos cosméticos convencionais, pois a capacidade de veicular os ativos na forma "nano", permite que os mesmos adquiram propriedades físico-químicas e biológicas muito mais interessantes, incluindo não só a proteção dos ativos, mas também melhorias no processo de liberação e permeação cutânea, transformando os cosméticos em dermocosméticos. Além da nanotecnologia, o mercado mundial também vem investindo em nanobiotecnologia, fazendo com que os ativos naturais permaneçam com suas propriedades nutritivas e antioxidantes, porém protegidas e direcionadas ao sítio alvo de ação. Assim, pensando nessas tendências, o presente projeto consiste em desenvolver uma nanoformulação de sérum lipossomado, contendo o ativo natural, a astaxantina, e o ácido hialurônico. Para isso, as formulações desenvolvidas serão caracterizadas serão físico-quimicamente e, para a análise de liberação e permeação cutânea nessa primeira fase serão realizados testes in vitro, assim como os ensaios de citotoxicidade e quantificação de colágeno. A junção de um potente antioxidante, que atua neutralizando os radicais livres, além de inibir a síntese de melanina, atuando como despigmentante, mais a ação de um ativo que estimula a produção de colágeno, temos assim um dermocosmético inédito, com características, que atendem a nova demanda de mercado, além de oferecer uma novidade tecnológica. (AU)