Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos de fragmentação em formação planetária

Processo: 20/07689-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astronomia de Posição e Mecânica Celeste
Pesquisador responsável:Othon Cabo Winter
Beneficiário:Leandro Esteves de Paula
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEG). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Guaratinguetá. Guaratinguetá , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/24561-0 - A relevância dos pequenos corpos em dinâmica orbital, AP.TEM
Assunto(s):Formação e evolução da galáxia   Planetas   Exoplanetas   Fragmentação   Colisões   Simulação numérica

Resumo

Por simplicidade, a maioria dos modelos numéricos de formação planetária assume que colisões durante as fases intermediárias e finais de formação planetária são sempre construtivas. Este tipo de abordagem tem sido empregada tanto em modelos de formação do sistema solar quanto em modelos de formação de sistemas de exoplanetas. O objetivo deste projeto de mestrado é estudar o impacto de um tratamento mais realista de colisões em simulações numéricas modelando a formação de sistemas planetários, em particular, sistemas de super-Terras quentes. Será incorporado no pacote de integração Mercury um algoritmo para o tratamento de colisões calibrado a partir de resultados de impactos em simulações hidrodinâmicas e de N-corpos de alta resolução. Os resultados obtidos aqui serão comparados com o resultados da literatura onde os efeitos de fragmentação são negligenciados e também confrontados com vínculos observacionais de exoplanetas. (AU)