Busca avançada
Ano de início
Entree

Eu faço o meu tempo: etnografia do fazer musical íntimo

Processo: 19/27545-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2020
Vigência (Término): 30 de setembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia
Pesquisador responsável:Rose Satiko Gitirana Hikiji
Beneficiário:Yuri Prado Brandão de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/05318-7 - O musicar local: novas trilhas para a etnomusicologia, AP.TEM
Assunto(s):Etnomusicologia   Etnografia   Compositores   Música

Resumo

O campo da Etnomusicologia tem passado por uma mudança epistemológica através da qual a tarefa etnográfica tem se preocupado de modo crescente em observar não somente o fazer musical coletivo, que marcou a maior parte dos trabalhos na disciplina durante o século XX, mas também o fazer musical individual. Neste projeto de pesquisa, pretende-se realizar uma etnografia do fazer musical íntimo do compositor Julio Valverde a partir de duas dimensões: individual, referente ao seu processo de composição, projeto estético e suas experiências e expectativas como artista; e local, relativo ao ambiente no qual suas obras são criadas e posteriormente apresentadas a um grupo restrito de pessoas. Essa última dimensão é especialmente relevante, na medida em que esta pesquisa está ligada ao projeto temático "O musicar local: novas trilhas para a Etnomusicologia" (processo n. 16/05318-7), o qual se dedica justamente ao estudo das relações entre as diversas formas de engajamento musical e a localidade. A pesquisa, cuja produção abrangerá os formatos escrito e audiovisual, conta ainda com uma dimensão (auto)biográfica, fundamental para o próprio estabelecimento do pacto etnográfico entre o pesquisador e o sujeito de pesquisa. (AU)