Busca avançada
Ano de início
Entree

A disjunção na Língua Brasileira de Sinais: aspectos sintáticos e prosódicos em análise

Processo: 20/06329-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Angélica Terezinha Carmo Rodrigues
Beneficiário:Sarah Cristina Pavarina Chiodi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Língua Brasileira de Sinais   Linguagem oral   Gramaticalização   Prosódia   Análise de conteúdo

Resumo

O objetivo deste projeto de pesquisa é realizar uma investigação acerca da relação de disjunção na Língua Brasileira de Sinais (libras). Tendo em vista dados espontâneos coletados do Corpus de Libras da Universidade Federal de Santa Catarina e do minicórpus do Grupo de Pesquisas em Línguas de Sinais da Unesp - SingL, pretendemos aprofundar nossas análises de como essa relação é expressa, considerando aspectos sintáticos, relativos à presença ou não de conjunção, e aspectos prosódicos, relativos ao uso de marcadores não manuais (MNM). Nosso arcabouço teórico parte principalmente de pesquisas em outras línguas de sinais (DAVIDSON, 2013; PFAU, 2016; ZORZI, 2018) e sobre línguas orais (SWEETSER, 1990), principalmente o português (NEVES, 2000; PEZATTI; LONGHIN-THOMAZI, 2008). Nossa análise consistirá no levantamento das frequências type e token (BYBEE, 2003), a fim de que possamos oferecer resultados, de todo modo inéditos, sobre a expressão da relação de disjunção nas libras. (AU)