Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação da função auditiva em idosos com perda auditiva com e sem transtorno cognitivo leve

Processo: 20/00184-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2020
Vigência (Término): 30 de abril de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Ana Claudia Figueiredo Frizzo
Beneficiário:Willians Walace Fante Toledo
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Audiologia   Transtornos cognitivos   Transtornos mentais   Envelhecimento   Demência   Perda auditiva   Potencial evocado   Cognição   Estudos transversais

Resumo

O envelhecimento é um fenômeno natural aos seres vivos, relacionado ao tempo e marcado por mudanças biopsicossociais, como perda auditiva e processos demenciais que geram intercorrências na comunicação e compreensão das informações auditivas. O potencial evocado auditivo cortical é um instrumento diagnostico biotecnológico utilizado para avaliar os processos cognitivos da audição, fornecendo informações sobre a integridade das vias nervosas auditivas centrais. O teste de Avaliação Cognitiva Montreal, instrumento utilizado na avaliação das funções cognitivas, contribui para o diagnóstico de transtornos mentais. Objetivo: avaliar e comparar a função auditiva de idosos presbiacúsicos com e sem transtorno cognitivo leve. Método: trata-se de um estudo do tipo analítico e transversal. Participarão do estudo 30 indivíduos que apresentam perda auditiva decorrente ao envelhecimento, com idade igual ou superior a 60 anos, divididos em dois grupos: Grupo comprometimento cognitivo leve: composto por 15 indivíduos, de ambos os sexos, que apresentem comprometimento cognitivo; Grupo Controle: composto por 15 indivíduos, de ambos os sexos, sem comprometimento cognitivo. O procedimento de coleta de dados que irá compor a bateria de teste da função auditiva será o Potencial Evocado Auditivo Cortical. Para a pesquisa dos potenciais, os estímulos serão apresentados em intensidade que garanta no mínimo 30dBNS, em estímulo acústico de fala/ba/ (frequente), /da/ (infrequente) e analisado por meio do aplicativo Smart Tools EP. O teste de Avaliação Cognitiva Montreal-Basic será aplicado individualmente em cada paciente com tempo máximo de 10 minutos.