Busca avançada
Ano de início
Entree

A produção social do espaço urbano: a autoconstrução na periferia de Campinas, o caso do Satélite Íris

Processo: 20/08289-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Cristina de Campos
Beneficiário:Patrick José Borges Batista
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Política habitacional   Autoconstrução   Segregação urbana   Espaço urbano   Uso do solo   Assentamento urbano   Análise de dados   Estudo observacional   Campinas (SP)

Resumo

O trabalho parte do pressuposto que a autoconstrução é a principal forma de acesso a moradia para a população de baixa renda no Brasil, diante disso, se propõe analisar o processo de produção social do espaço urbano, concretizado através da autoconstrução. Tendo a cidade como palco das grandes contradições e desigualdades, se torna necessário um estudo acerca das formas habitacionais irregulares, tão comum nas médias e grandes cidades brasileiras, com o intuito de contribuir e somar ao entendimento dos assentamentos precários na dinâmica socioespacial. Para tanto, tem-se como objetivo levantar e analisar dados em fontes secundárias acerca dos assentamentos precários, com enfoque para as ocupações urbanas. Além disso, propõe-se produzir quadros, tabelas e mapas temáticos através da análise de dados secundários condizentes a formação urbana de sua população e, também, a forma como esses fatores se relacionam com suas formas habitacionais. Para além, comprometemo-nos com a elaboração de dados primários através da realização de um trabalho de campo, executado no bairro Satélite Íris em Campinas-SP. Tal proposição conta com a realização de inventários descritivos acerca da população local junto com as lideranças sociais, para posterior transcrição e divulgação dos indicadores. A motivação para este trabalho partiu do desejo de contribuir para a reflexão sobre a política habitacional que vem sendo construída no Brasil, especialmente para as políticas direcionadas a população de baixa renda. Tais pressupostos estão baseados tanto na observação direta do nosso contexto urbano, como nas análises de autores que referenciam este trabalho.