Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do conteúdo proteico e metilação do DNA do GLUT4 no músculo gastrocnêmio de ratos adultos, proles de ratas com periodontite apical

Processo: 20/08706-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2020
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Doris Hissako Sumida
Beneficiário:Ana Carolina Nascimento Carnevali
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Periodontite periapical   Endocrinologia   Resistência à insulina   Inflamação   Desenvolvimento fetal

Resumo

A programação fetal sugere que estímulos aplicados durante o início do desenvolvimento fetal, podem alterar o metabolismo da prole, aumentando o risco de doenças na sua vida adulta. A metilação do DNA constitui um dos mecanismos epigenéticos envolvida na regulação da expressão gênica. Estudos anteriores verificaram que proles de ratas com periodontite apical (AP) apresentam na vida adulta: resistência insulínica, alteração na etapa inicial do sinal insulínico (diminuição no grau de fosforilação de IRS1/IRS2,após estímulo insulínico) no músculo gastrocnêmio (MG) e aumento na concentração plasmática de fator de necrose tumoral-alfa (TNF-alfa). Sabe-se que citocinas pró-inflamatórias, como o TNF-alfa, podem diminuir a expressão gênica de GLUT4, sendo este transportador fundamental na via de sinalização insulínica e envolvido na captação de glicose mediada pela insulina no músculo esquelético. O objetivo do presente estudo é avaliar os efeitos da AP materna em ratas sobre o GLUT4 em relação ao seu conteúdo, sua translocação para membrana plasmática e grau de metilação do DNA no MG de sua prole adulta. Para tanto, as 18 ratas Wistar (2 meses de idade) serão distribuídas em 3 grupos: 1) ratas controle; 2) ratas com 1 AP induzida em 1º molar superior direito; 3) ratas com 4 APs induzidas em 1 os e 2os molares superiores e inferiores do lado direito. A AP será induzida empregando-se broca em aço carbono dotada de esfera de 0,1 mm na extremidade. Após 30 dias da exposição pulpar, as ratas de todos os grupos serão colocadas para acasalamento. Quando os filhotes machos de todas as ratas completarem 75 dias de idade, serão realizadas as seguintes análises no MG: 1) conteúdo de GLUT4 e seu índice de translocação para membrana plasmática pelo método de "Western blotting"; 2) grau de metilação do DNA na região promotora do gene do GLUT4 pelo método de "Restriction Digestion and Real-Time PCR - qAMP". A análise estatística será feita por ANOVA, seguida pelo teste de Tukey (p<0,05).