Busca avançada
Ano de início
Entree

Fragmentação socioespacial, um processo em curso: o caso de Ribeirão Preto (SP)

Processo: 20/02906-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2020
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Luciano Antonio Furini
Beneficiário:Pedro Henrique Flausino Oliveira
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ourinhos. Ourinhos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/07701-8 - Fragmentação socioespacial e urbanização brasileira: escalas, vetores, ritmos e formas FragUrb, AP.TEM
Assunto(s):Geografia urbana   Segregação urbana   Urbanização   Redes digitais   Análise de conteúdo   Relatos de casos   Ribeirão Preto (SP)

Resumo

O processo de urbanização redefine constantemente as práticas espaciais nas cidades e gera diferenciações que cada vez mais moldam espaços excludentes e desiguais. Uma verdadeira lógica que contém formas de estranhamento, rupturas e seletividades que vão além das dinâmicas socioespaciais mais estudadas. Níveis diferentes de fragmentação socioespacial parecem fazer parte desta nova lógica urbana e este estudo busca compreender a gênese e as características gerais deste processo. A análise socioespacial da cidade de Ribeirão Preto (SP) pode permitir avançar no entendimento destas redefinições em curso nas cidades. Assim, o objetivo deste estudo é identificar o processo de fragmentação socioespacial e suas consequências no cotidiano dos citadinos. Os procedimentos metodológicos adotados buscam caracterizar a história da cidade em seus processos de estruturação e reestruturação e realizar um estudo das redes pessoais, por meio das técnicas de análise de redes sociais, pesquisando citadinos de diferentes perfis socioespaciais, para compreender a possível dinâmica fragmentária existente. (AU)